O príncipe Harry irá voar de volta para os Estados Unidos logo após o funeral do avô, o príncipe Filipe, uma vez que não quer estar separado da mulher, Meghan Markle, durante muito tempo. Recorde-se que a duquesa está grávida pela segunda vez.

De acordo com o Page Six, o duque de Sussex não planeia ficar muito tempo em Inglaterra, o seu país natal, após as cerimónias fúnebre que estão marcadas para sábado, 17 de abril.

Meghan foi aconselhada pelo médico a ficar na Califórnia e não viajar para o Reino Unido por causa da gravidez. Agora chega a informação de que Harry estará de volta a casa assim que for possível para estar com a mulher e o filho Archie.

No entanto, destaca ainda o Page Six, Harry também terá de cumprir as regras adotadas por causa da pandemia da Covid-19 quando regressar aos Estados Unidos. Neste momento todos os visitantes do país devem apresentar um teste negativo feito no prazo de três dias antes da viagem.

Esta foi a primeira vez que Harry voltou ao Reino Unido desde que se mudou com a família para os EUA, no ano passado, após deixarem a família real britânica. Esta será também a primeira vez que o príncipe vai ver a avó, a rainha Isabel II, o pai, o príncipe Carlos, o irmão, o príncipe William, a cunhada, Kate Middleton, e a restante família, desde março do ano passado.

Meghan queria juntar-se ao marido neste momento e fez todos os esforços para que tal acontecesse, garantiram as fontes. E o facto da duquesa não estar a seu lado significa que Harry terá de 'enfrentar' a família real sozinho depois de o casal ter feito várias afirmações sobre a realeza na reveladora entrevista a Oprah Winfrey, no mês passado.

Leia Também: Meghan Markle apoia-se na mãe durante a ausência do príncipe Harry

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.