Visual merchandiser, Laura Groeseneken, mais conhecida como Sennek, desenvolve estratégias de posicionamento dos produtos nas lojas da cadeia de retalho sueca Ikea para potenciar as vendas da marca. Depois de ter representado a Bélgica na primeira semifinal do Festival Eurovisão da Canção de 2018 com "A matter of time", é para lá que a cantora, compositora e coach vocal regressa a partir da próxima semana.

A belga, que figurava na lista dos 10 países que as casas de apostas garantiam estarem praticamente apurados para a grande final do concurso, no próximo sábado, acabou, surpreendentemente, por ficar de fora. Em entrevista exclusiva ao Modern Life antes de subir ao palco da Altice Arena, Sennek revelou qual a sua canção favorita na edição deste ano e ainda falou da admiração que tem por Salvador Sobral.

Quais são as suas expetativas em relação à edição deste ano do Festival da Canção da Eurovisão?

Espero conseguir emocionar todos os que me virem com a minha atuação e deixar a Bélgica orgulhosa da minha prestação.

Já tinha estado em Portugal antes de vir cá gravar o vídeo de promoção do país que foi transmitido antes da sua atuação na semifinal do festival?

Vim pela primeira vez a Portugal quando tinha 18 anos. Na altura, atuei na embaixada belga, mas não tinha regressado cá desde então. Foi muito bom voltar.

Onde é que foi gravado o seu vídeo promocional? Alguma história curiosa relacionada com essas gravações?

Fomos navegar no rio Tejo e tive a sorte de desfrutar do sol de inverno português numa altura em que na Bélgica ainda estava muito frio. Foi fantástico! Foi tudo tão tranquilo e relaxante. A equipa portuguesa que me acompanhou foi a melhor equipa com quem eu poderia trabalhar.

Já conhecia alguma coisa da música portuguesa antes de Salvador Sobral ganhar o Festival da Canção da Eurovisão de 2017?

Conhecia o fado, claro, mas confesso que ainda não conheço muitos cantores portugueses.

Qual é a opinião que tem de "Amar pelos dois", a canção que surpreendentemente, contra todas as expetativas, venceu o Festival da Canção da Eurovisão de 2017?

Adorei! É uma canção muito pura e a interpretação dele tocou-me profundamente. Gostei tanto de "Amar pelos dois" que até gravei a minha própria versão em inglês.

Alguns dos intérpretes da edição deste ano já assumiram publicamente quais são as canções que mais os entusiasmam este ano. Quais são as suas?

Gosto muito da canção da França. Há uma mensagem muito interessante na canção deles.

A seguir ao Festival da Canção da Eurovisão, vai-se logo embora ou vai aproveitar para ficar em Lisboa e para conhecer melhor Portugal?

Não, regresso logo no domingo de manhã. Espero, no entanto, conseguir ver alguma coisa entre os ensaios e o espetáculo final. Seria divertido poder ver alguns museus, desfrutar da boa comida e divertir-me nos rooftops da cidade.

Depois do festival, são muitos os projetos que tem em mãos? O que é que pode já revelar?

Tenho estado a trabalhar no meu projeto a solo e continuarei a trabalhar como Sennek depois da Eurovisão. Também toco teclado e canto na banda belga Ozark Henry e temos já muitas atuações agendadas para este verão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.