Chama-se Paolo Giacomoni e já visitou Portugal no âmbito de um projecto internacional, o Concern Tour, que visa abordar os principais problemas de pele.

Investigador consagrado no domínio da pele, desenvolveu um modelo explicativo do processo inflamatório associado ao envelhecimento que agora é aplicado em áreas tão distintas como o estudo da doença de Alzheimer, este especialista, que é também e director executivo do departamento de pesquisa da marca Clinique, revela-nos, em discurso directo, um pouco mais sobre o funcionamento da pele, as precupações de beleza mais comuns e as soluções da cosmética.

O que mais preocupa as mulheres em termos de beleza?

Realizámos nos últimos anos um estudo em mais de 12 países por todo o mundo e concluímos que as mulheres estão preocupadas com as rugas, manchas cutâneas, acne e vermelhidão. Em Portugal, as três principais são as manchas cutâneas, as rugas e a acne.

Qual é o pior inimigo da pele?

O envelhecimento cutâneo resulta da acumulação de danos na pele e o sol é o seu pior inimigo. Por isso, fiquei contente por ver que 50 por cento das portuguesas reconhece a importância do uso do protector solar.

Actualmente, quando uma mulher procura um protector solar prefere um índice de 15 ou superior, o que revela que a mensagem está a chegar às pessoas.

O que explica o envelhecimento cutâneo?

Imagine que há um roubo e alguém chama a polícia que, ao chegar faz ruído e pode gerar ainda mais confusão. O mesmo sucede na pele: ocorre um dano (devido ao sol, por exemplo) e a célula que atingida lança o alerta ao sistema imunitário que, ao chegar para removê-la, pode afectar outras que, por sua vez, lançam o alerta e assim sucessivamente.

Existe alguma maneira para impedir estes danos?

Sabemos que estes danos secundários sucessivos são oxidativos, por isso usamos os melhores antioxidantes, como o chá verde e a dupla vitamina C+E.

Para prevenir os primários é importante usar protector solar e manter a pele nutrida, para favorecer a reparação celular.

Na sua opinião que produtos de cosmética são mesmo indispensáveis?

Segundo o estudo internacional que realizámos, o primeiro é o hidratante, seguido do produto de limpeza e do tónico. Eu sugiro quatro: sabonete, produto de limpeza, hidratante e o protector solar. São essenciais para uma pele saudável.


Veja na página seguinte: O que está a ser feito para eliminar as manchas cutâneas

No Inverno que desafios tem de enfrentar a nossa pele?

O frio abranda o metabolismo e, no Inverno, as células da pele estão frias, produzem menos lípidos e a pele fica seca. Ora uma pele seca é mais vulnerável às bactérias.

É importante fornecer os ingredientes certos para mimetizar a acção dos lípidos na pele, com fórmulas compostas por cevada, colesterol, aveia ou manteiga de karité. Isso ajuda a manter o equilíbrio hidrolipídico da pele.

Qual será o seu próximo passo na investigação?

Estamos sempre a tentar encontrar o melhor ingrediente. Agora dedicamos muita atenção às manchas cutâneas. Sabemos que tem várias causas, mas estamos a tentar perceber se há uma chave comum que bloqueie todo o processo.


Sabia que...
... os dermatologistas defendem que 80 por cento dos danos cutâneos associados ao envelhecimento, como as rugas, devem-se à exposição solar a que estamos sujeitos todos os dias.


Beleza no feminino

O estudo Clinique percorreu o mundo. Eis as respostas das mulheres portuguesas:

- 43 % admite não conseguir viver sem hidratante
- 59 % usa protecção solar no rosto regularmente
- 47 % lava o rosto duas vezes por dia
- 39 % esfolia regularmente o rosto
- 37 % passa entre 5 a 10 minutos à noite a cuidar da pele
- 42 % dedica menos de 5 minutos de manhã aos cuidados de pele


Texto: Manuela Vasconcelos

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.