Meghan Markle já tinha uma vida pública antes de subir ao altar com o príncipe Harry, mas foi ao tornar-se duquesa de Sussex que lidou com o lado negro da fama. A sua posição trouxe-lhe alguns dissabores, nomeadamente no que toca à relação com a imprensa britânica.

O mediatismo abalou-a de tal forma que desenvolveu alguns problemas emocionais e psicológicos enquanto ainda vivia no Reino Unido.

Uma fonte da revista Us Weekly afirmou que Meghan Markle sofria ataques de pânico devido às "atenções negativas" que a sua figura atraía. "Sentia-se presa e claustrofóbica" por causa de todo o stress.

Sentimentos dos quais se 'livrou' ao mudar-se para o Canadá juntamente com Harry e o filho de ambos, Archie, de dez meses.

No início do ano, os duques de Sussex expressaram a sua vontade em deixarem de ser membros sénior da família real e estão agora a poucos dias de se despedirem das suas funções.

Leia Também: Harry e Meghan Markle sentiram um "alívio" após afastamento da realeza

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.