As duas grandes estações generalistas, SIC e TVI, estão 'debaixo de fogo' desde a estreia de dois novos programas que, segundo os críticos, representam uma sociedade machista e promovem que as mulheres sejam tratadas como objetos.

'Quem quer namorar com o agricultor', da SIC, e 'Quem quer casar com o meu filho?', da TVI, têm por base encontrar um amor para homens e mulheres solteiras. Porém, são os homens quem, em ambos os formatos, têm a decisão de escolher as mulheres que querem ou não conhecer.

Na manhã desta segunda-feira, Cristina Ferreira recebeu no seu programa a mãe de um dos agricultores do formato da SIC. A famosa Dona Zélia, que deu que falar pelo facto de dizer que queria para o filho uma mulher que soubesse cozinhar e fosse boa dona de casa.

O facto de a apresentadora se associar ao polémico programa fez com que também ela fosse criticada. Motivo pelo qual recorreu às suas redes sociais para defender a sua posição.

"Portugal não é Lisboa. Portugal não é urbe. Portugal é também campo, isolamento, tradição e solidão. Para perceberes o pensamento tens de perceber as condições. A minha tarefa é ajudar na mudança. Mas é também perceber a diferença. E saber que tudo muda, mas devagarinho. A Dona Zélia é um doce de senhora. Sem maldade. Apenas uma vida dura. E disse várias vezes: o que eu quero para o meu filho é alguém que o faça feliz. Não queremos todos?", defendeu.

Recorde-se que também Leonor Poeiras recorreu as redes sociais para responder às acusações de que foi alvo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.