"Eu cheguei onde queria chegar televisivamente", é desta forma que Cláudio Ramos descreve o que sente por estar atualmente no papel de apresentador da nova edição do programa 'Big Brother'.

A frase marcante do apresentador surgiu durante o programa 'Glitter Late Night', do Porto Canal, quando em entrevista a Carina Caldeira este explicava o que o levou a deixar a SIC para abraçar um novo desafio na TVI.

"Eu estava muito bem, ganhava bem, nunca trabalhei de forma precária como as pessoas diziam. Agora, eu queria evoluir", esclarece, deitando por terra os rumores de que teria deixado a SIC por trabalhar há vários anos a recibos verdes e sem contrato.

Quanto a quem o chamou de "número dois" por ser o par de Cristina Ferreira no programa das manhãs, este esclarece: "Nunca achei que era o número dois. Nunca me senti o número dois".

Já sobre o momento em que soube que ia mesmo mudar-se para a TVI, Cláudio volta a reforçar que ninguém sabia que este ia deixar a SIC. A sua saída foi mantida em segredo até ao dia em que Nuno Santos decidiu fazer o anúncio oficial. Apenas o apresentador, a sua agente e o diretor de programas da TVI sabiam o que ia acontecer. Cláudio garante ter guardado segredo até mesmo da filha, da família e do namorado.

Já depois de ter receber a chamada que lhe confirmou que o anúncio da sua chegada a Queluz de Baixo seria feito naquele dia, Cláudio falou com Cristina Ferreira e Daniel Oliveira. "A primeira pessoa a quem contei foi à Cristina", revela.

Leia Também: "É um erro de casting": Cláudio Ramos reage a palavras de Bruno Nogueira

Leia Também: Separados? Cláudio Ramos quebra silêncio sobre namoro com Diogo Faria

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.