"Nos últimos dias tenho recebido dezenas de telefonemas de jornalistas para falar sobre assédio sexual", é desta forma que Catarina Furtado dá início a um longo desabafo onde recorda a situação pela qual passou e da qual falou pela primeira vez numa entrevista em 2018.

"Em 2018 dei uma entrevista onde falei pela primeira vez do meu caso pessoal", lembra.

Na época, Catarina não velou muito pormenores e apenas referiu que a situação decorreu no contexto de trabalho.

"As razões que me levaram a falar naquela altura são diversas. Hoje este assunto está na ordem do dia mais do que nunca. Nem sempre abordado com a seriedade desejada", aponta.

"A tónica está sempre muito mais nas vítimas do que nos agressores. É fundamental encontrar as causas, perceber como as combater, dialogar com todos os intervenientes de forma construtiva, com exigente reflexão, apoio da legislação, partilha de informação e urgente prevenção", realça, dando conta de que este é um tema que lhe diz muito uma vez que foi convidada para, enquanto Embaixadora de Boa Vontade do @unfpa, apresentar o seu Relatório Mundial sobre População.

Veja o vídeo partilhado pelo rosto da RTP para ficar a saber mais sobre esta causa e, claro, sobre as várias experiências e testemunhos com os quais Catarina já teve contacto.

Leia Também: Marco Costa comenta novo namoro de Vanessa Martins

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.