Bruce Lee, lenda das artes marciais e ícone cinematográfico, era consumidor de drogas. O ator de 'O Dragão Ataca' escreveu, segundo o The Sun noticia, mais de 40 cartas a mencionar este vício antes da sua morte prematura.

As cartas, dirigidas a Robert Baker, mostram que era este quem fornecia as substâncias ao ator, entre elas cocaína e cannabis. Tal aconteceu desde 1969 até à morte de Bruce, aos 32 anos, em 1973.

Note-se que sempre existiram rumores em Hollywood que davam conta do vício, contudo nunca foram confirmados, pelo menos até agora.

Baler, que morreu aos 52 anos em 1993, chegou a passar por grandes riscos para conseguir as drogas e enviá-las dos Estados Unidos para Hong Kong em 1972, local onde Lee estava a gravar.

Numa das cartas, Bruce Lee chega mesmo a dizer que ficara "mais pedrado que nunca", mas que isto o ajudava a interpretar a sua personagem.

Em 1973, o ator teve uma convulsão devido a um inchaço no cérebro. Apesar de ter recuperado, acabou por ser encontrado já sem vida na sua cama, no dia 20 de julho deste ano.

As cartas vão agora ser vendidas em leilão.

Leia Também: Imagem da Semana: Clara de Sousa, a maior surpresa dos Globos de Ouro

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.