Este é um momento inédito na história da Glamour. Pela primeira vez, a revista nomeou um homem para o prémio de ‘Mulher do Ano’.

Trata-se de Bono, vocalista dos U2, que vê assim o seu trabalho em prol da igualdade de género devidamente reconhecido.

“É uma oportunidade para dizer que a luta pela igualdade de género não pode ser ganha a não ser que os homens a liderem juntamente com as mulheres. Somos responsáveis pelo problema, por isso temos de nos envolver nas soluções", afirmou o artista alertando para a necessidade de o sexo masculino não passar indiferente ao problema.

De recordar que Bono protagonizou recentemente uma campanha intitulada: 'Pobreza é Sexismo'. O objetivo era o acesso de mais mulheres às condições mínimas de vida, como água potável, comida, educação e saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.