Praticamente um ano após a tragédia, Ângelo Rodrigues continua a recuperar das sequelas da infeção generalizada, causada pela infiltração de substâncias anabolizantes, alegadamente adquiridas no Brasil, que quase lhe custou a vida o verão passado e que levou os médicos do Hospital Garcia de Orta, em Almada, a ponderarem amputar um dos membros inferiores ao ator e cantor portuense de 32 anos. "Tem feito visitas regulares ao hospital nas últimas semanas", confirmou fonte hospitalar à TV Guia.

Ângelo Rodrigues continua com prognóstico reservado. "Se ele sobreviver, não vai gostar do que vai ver"
Ângelo Rodrigues continua com prognóstico reservado. "Se ele sobreviver, não vai gostar do que vai ver"
Ver artigo

"Ele ainda anda a reconstruir parte dos tecidos que estavam comprometidos. A perna [esquerda] ficou em muito mau estado e era normal que o tratamento durasse mais de um ano", revelou ainda um dos funcionários do hospital à revista. Algumas das deslocações terão também servido, segundo a publicação, para Ângelo Rodrigues terminar as gravações do documentário que tem vindo a preparar e que a SIC pretende exibir na semana de estreia da nova temporada da série "Golpe de sorte", prevista para a rentrée televisiva, em setembro. Em março, abril e maio, por causa do surto de COVID-19, as filmagens estiveram suspensas.

"Finalmente, ele vai esclarecer tudo sobre o que aconteceu nesse maldito dia que quase o levou à morte", promete fonte do canal de Paço de Arcos. Nascido no Porto, a 9 de setembro de 1987, Ângelo Rodrigues estreou-se na televisão portuguesa com uma participação na telenovela "Doce fugitiva", exibida pela TVI entre outubro de 2006 e setembro de 2007. As viagens são, a par da música e da representação, outra das paixões do ator e cantor. A última foi à Jordânia, no Médio Oriente, em fevereiro deste ano.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.