Billy Porter foi o centro das atenções na passadeira vermelha da 91ª cerimónia dos Óscares, que decorreu este domingo. Isto porque para a ocasião a celebridade escolheu um visual no mínimo dramático. Tratava-se de um blazer conjugado com um vestido de veludo, desenhado por Christian Siriano. Consta também que optou por umas botas de Rick Owens, cujo salto era de 20 centímetros, aproximadamente.

Em entrevista à Vogue, o ator e cantor explicou porque resolveu marcar a diferença na passadeira vermelha.

“O meu objetivo é usar uma peça de arte política todas as vezes que apareço. Desafiar expectativas. O que é a masculinidade? O que significa? As mulheres aparecem todos os dias de calças, mas no momento em que os homens usam um vestido, a história é outra”, defendeu.

Mais tarde, o artista explicou que escolheu este look por causa das críticas de que foi alvo após usar uma capa cor de rosa na gala dos Globos de Ouro deste ano.

Notícias ao Minuto

Look usado pelo artista na cerimónia dos Globos de Ouro deste ano © Getty

“Acredito que os homens na passadeira vermelha iriam adorar arriscar/brincar mais. A indústria mascara-se como inclusiva, mas os atores têm medo de arriscar, porque se aparecem com alguma coisa fora do normal podem ser entendidos como femininos, e, como resultado, não conseguirão ter um trabalho masculino, um trabalho de super herói. E essa é a verdade. Já fui confrontado com isso”, sublinha.

Veja o look na galeria.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.