Deixam os namorados ou os maridos em casa e gozam dias de férias exclusivamente no feminino.

Uma despedida de solteira, uma promoção
no trabalho ou apenas o desejo de ter uns dias de descanso sem homens por perto são algumas das razões apontadas por quem gosta de viajar sem a presença masculina.

Esta moda nasceu nos Estados Unidos, mas nos últimos anos tem-se alastrado para o resto do mundo. No Velho Continente, as suas maiores adeptas são as inglesas e italianas.

Um exemplo transalpino

Um exemplo transalpino

Chiara Teodorani, 32 anos, de Roma, todos os anos faz uma viagem só com amigas. Tudo começou quando concluiu a sua licenciatura e
visitou com algumas amigas o Egipto.

«Desde
aí, todos os anos marcamos dias de férias em conjunto, que tanto podem ser em Itália como no estrangeiro. Estes dias só para nós permitem-nos fazer tudo aquilo que gostamos
de fazer e que aborrece os nossos namorados.
Pomos a conversa em dia e divertimo-nos muito», conta, acrescentando que «o período de férias maior é passado com o namorado».

Os países europeus têm merecido a preferência
destas viajantes, que já visitaram Portugal.
«Quando optamos por Itália, escolhemos hotéis com spas, onde somos mimadas de manhã à noite com cuidados de beleza e passamos
também algum tempo a entrar e a sair de lojas de roupa e de decoração», diz.

Programas só para elas

Programas só para elas

Atentas a este novo nicho de mercado, estão cada vez mais as agências de viagens que propõem
programas exclusivamente pensados para mulheres.
Desde estadias curtas até longas, passando por itinerários citadinos a destinos de mar ou aventura e de saúde e bem-estar, as opções são muitas e há para todas as bolsas.

No entanto, a oferta não se fica pelos agentes especializados, existem também sites de turismo dedicados
ao público feminino , cujo objectivo não é vender viagens mas partilhar informação essencial quando se parte à descoberta de um novo país ou cidade:

www.adventurewomen.com
www.callwild.com
www.eliotropica.it
www.gutsywomentravel.com
www.journeywoman.com
www.permesola.com
www.womentraveltips.com

Os locais mais interessantes para visitar, onde comer, onde dormir,
rede de transportes e números de telefone úteis são apenas algumas das informações que pode encontrar online.
Estes sites são quase todos feitos em exclusivo por mulheres que têm em comum o gosto pelas viagens e que querem partilhar a sua experiência e reunir outras pessoas que tenham esses mesmos interesses.

Veja na página seguinte: Hotéis que só recebem mulheres

Hotéis para mulheres

Hotéis para mulheres

Os hotéis também têm ido ao encontro das necessidades específicas das clientes femininas.

Existem já algumas unidades
onde só é permitida a entrada a mulheres e outras que lhes dedicam pisos exclusivos,
que assim dizem sentirem-se mais seguras quando viajam sem companhia.

Estes hotéis têm algumas características comuns, como oferta de spas, centros estéticos, produtos de beleza de marcas
internacionais de renome, menus light para quem se preocupa com a linha.
O seu principal objectivo é fazer com que as suas clientes, quer estejam em viagens de negócios ou de lazer, se sintam
em casa e em segurança.

De acordo com as informações que recolhemos juntos dos vários sites, é possível
traçar um perfil destas turistas: são quase sempre mulheres entre os 30 e os 50 anos, com formação superior e muita vontade
de viajar e conhecer novas culturas.
A maioria já fez, pelo menos, duas viagens
ao estrangeiro.

Texto: Rita Caetano com Chiara Teodorani (economista)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.