A 23 e 24 de abril, todos os caminhos da cultura vão dar a Ourém, com um workshop dedicado aos amantes de fotografia. Vera Marmelo, presença assídua no meio artístico português, ensina que qualquer um pode fotografar, pela mão da Albardeira Associação Cultural.

Inseridas no ciclo de oficinas Sementeira, as aulas são lecionadas numa abordagem teórico-prática, incluindo não só o básico sobre espetáculos, lentes e câmaras, mas também exercícios práticos de captura e edição fotográfica. É assim que Vera Marmelo partilha um pouco dos seus mais de 15 anos de experiência enquanto fotógrafa, passados entre eventos como o Festival Bons Sons e o Festival Iminente.

“As Oficinas Albardeira são uma espécie de incubadora: permitem que os oureenses explorem os seus interesses, para que floresçam e se tornem agentes culturais ainda mais ativos”, afirma André Mendes, membro da equipa de comunicação da Albardeira e coordenador da Sementeira, à Estrelas & Ouriços.

Fotógrafos por um dia

No primeiro dia do workshop, os participantes terão a oportunidade de fotografar o concerto da Associação encabeçado por Banda Fetra, com a presença de Maria Reis e Sallim, a decorrer em Ourém no dia 23 de abril. Independentemente do nível de experiência, todos estão convidados a experimentar o por detrás das câmaras do mundo do espetáculo. Basta levar uma máquina fotográfica, um computador portátil e muita vontade de aprender.

“Queremos aprofundar esta arte no nosso concelho, com novas ferramentas que beneficiem todos os fotógrafos, amadores e profissionais. A história da cultura oureense está a ser feita e precisa de ser documentada”, refere.

Vera Marmelo chega a Ourém com um workshop sobre fotografia de espetáculos
Albardeira Associação Cultural

O workshop tem lugar em diversos pontos do concelho, como a Antiga Escola Primária e a Sede da Associação Recreativa e de Propaganda de Ourém (ARPO). O valor do curso varia entre os 25 euros para sócios e 35 para não sócios, com possibilidade de estadia providenciada pela associação para participantes fora de Ourém. Até sexta-feira, 15 de abril, as inscrições estão abertas a 20 participantes, através do seguinte formulário.

A Albardeira Associação Cultural nasceu graças à iniciativa de um grupo de jovens da região, com o propósito de “partilhar cultura”. Pretende-se, assim, marcar a diferença pela arte, fora dos grandes centros culturais. Em diálogo com o Teatro Municipal de Ourém, casa de concertos da Associação e ciclos de cinema, gera-se “a força motriz que vai permitir a eclosão de grandes artistas”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.