Durante 10 dias consecutivos, 29 companhias provenientes de várias partes do mundo e de Portugal vão apresentar 30 espetáculos que celebram as diversas facetas com que o Teatro e outras artes olham o humor, o riso, a comédia e a sátira, utilizando diversas disciplinas e géneros, do teatro de texto às mais contemporâneas linguagens artísticas.

Lado a lado vão estar companhias de renome nacional e internacional e jovens criadores que ousam experimentar, misturando os enredos, palavras e ecos dos eternos Homero, Shakespeare, Cervantes, Lazarillo de Tormes ou Dario Fo e novos dramaturgos.

O mimo e pantomima, gesto e a fisicalidade, a imagem e as novas tecnologias. A exuberância e a alegria dos clowns, os novos palhaços, os cultores de géneros de arte total, acrobatas, funambulistas, malabaristas e os que ao circo foram buscar matéria para as suas perfomances, corpos e vozes em diálogo em desafio com os nossos limites. As multicomédias de solos e pequenos elencos que enchem o palco de arte e mestria técnica, que representam, cantam e tocam os mais diversos instrumentos musicais e nos surpreendem pela sua imaginação.

É um pouco de tudo isto que vai ser apresentado nesta edição pelas 19 companhias e artistas estrangeiros oriundas das várias autonomias de Espanha (Prod. Excentricas/Teatro Adro, Pedras de Carton, Rolabola, Palhaço Enano, Teatro do Guirigai, Traspediante, Imaginart/Kull D´Sac, Fabíolo Prod, Pepa Plana, Angel Fraga-ES/PT., La Troupe Malabó, La Macana e Edu Manaza), Itália/Brasil (Teatro C´art/Teatro del Respiro), Alemanha/PT (Marimbondo), Polónia (Pina Polar) e as 10 companhias portuguesas (Teatro das Beiras, Chapitô, Fértil, Nova Companhia, Eva Ribeiro, Boca de Cão, Mr. Milk, Fric à Frac, As Testemunhas Duo e a Cª Xpto...).

A diversidade desta iniciativa, da Câmara Municipal da Maia em colaboração com o Teatro Art'Imagem, vai chamar certamenmte ao Fórum da Maia e lugares circundantes públicos de gostos variados e de muitas idades.

Em todos os espaços que acolhem o Festival os lugares serão marcados, cumprindo a distância mínima definida, e estão igualmente asseguradas todas as condições de segurança e higienização quer para as equipas técnicas e artísticas, quer para o público, em conformidade com a legislação em vigor.

Os bilhetes (dos 5€, individual, aos 50€, passe que dá a acesso a todos os espetáculos) podem ser adquiridos no Fórum da Maia, na Biblioteca Municipal da Maia, no Maia Welcome Center e na bilheteira online.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.