Em muitos países orientais, o jasmim é considerado um símbolo da beleza e de tentação das mulheres. São mais de 500 as espécies desta flor do género Jasminum L da família Oleaceae conhecidas. Maria Loureiro, uma jardineira amadora residente no Feijó, tem um, que de um momento para o outro adoceu. "No ramo e nas costas das folhas do jasmim-chinês que tenho no meu jardim, surgiram pontos brancos", revela.

"Algumas folhas têm buracos. No entanto, continuam a crescer. Qual será o problema?", interroga-se. A explicação é simples. "A avaliar pelas suas indicações, é detetável que o seu jasmim chinês (Trachelospermum jasminoides) está a ser atacado por duas pragas. As lagartas, que originam manchas foliares brancas, assim como o aranhiço-vermelho", explica Teresa Chambel, autora de um blogue de jardinagem e botânica.

"O aranhiço-vermelho é responsável pelos pontos brancos e amarelos, sintoma de que chupam a seiva", esclarece ainda a diretora da revista Jardins. "Utilize produtos para controlar insetos e ácaros", recomenda a especialista. "Essas aplicações devem ser, preferencialmente, feitas entre o fim da primavera e o início do verão", aconselha ainda a arquiteta paisagista, autora de livros de jardinagem especializados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.