A nossa auto-imagem tem que mudar e expandir-se para abarcar níveis crescentes de qualidade de vida senão tendemos seguramente a perder qualquer acréscimo que nos surja. São conhecidos os casos (em elevada percentagem) de pessoas que ganharam a lotaria e que passados cerca de dois anos, ficam em piores condições do que as que estavam inicialmente. Como a sua auto-imagem não mudou interiormente, eles viam-se sempre como pessoas não prósperas pelo que agiram de acordo com essa imagem deficitária que acabou por nivelar por baixo o seu desempenho e a sua conta bancária. Inversamente, são conhecidos os casos de milionários que tiveram sérios revezes e perdas mas que, graças às suas crenças de merecimento e abundância, trabalharam e voltaram a construir um património semelhante ou ainda mais próspero.

"O fracasso é a mãe do êxito."

Criamos assim barreiras que nos impedem de desfrutar de abundância material, porque não acreditamos que podemos ter prosperidade financeira. A nossa mente inconsciente sabotará os nossos esforços conscientes para termos êxito, porque acreditamos que podemos fazer melhor. Quanto mais evitamos (ou desconhecemos) esta nossa programação inconsciente, mais obstáculos e desafios continuarão a surgir na nossa vida.

Por isso é importante chegarmos ao núcleo do problema e identificarmos a/s crença/s limitadora/s. Algumas crenças que apreendemos na infância são um resultado de experiências traumáticas, de perda ou caos, que esquecemos conscientemente para sobreviver. No entanto, a forma como nós, consciente e inconscientemente vivemos depois a vida, é geralmente baseada nessas crenças.

Veja na próxima página a continuação do artigo..

Comece por fazer uma lista sobre as crenças limitadoras que aprendeu na infância, sobre dinheiro. A seguir estão alguns exemplos:

Nesta família as pessoas têm sempre que lutar para ter qualquer coisa.
Tudo vem com esforço e muito trabalho.
O dinheiro não cresce nas árvores.
As pessoas ricas são corruptas e não confiáveis.
Só com cunhas se conseguem oportunidades.
Não tenho jeito para aprender sobre gestão financeira.

De acordo a Lei Universal da Atracção (Causa e Efeito) estas crenças vão atrair carência e dificuldades na nossa vida activando, a partir de dentro, as circunstancias externas que irão espelhar estas verdades que comprámos há muito.

Assim, por mais que a pessoa ganhe, acabará sempre por perder, pois a prosperidade não começa fora de nós: é uma construção interna.

A consciência integral de Prosperidade não é sobre o que se tem, mas o como se pensa. É um estado mental e uma forma de vermos e acreditarmos a vida. A esmagadora maioria das pessoas que têm sucesso financeiro têm crenças positivas sobre prosperidade.

É importante que expanda a sua consciência sobre a totalidade das possibilidades de que poderá desfrutar na sua vida. Em vez de se focar no negativo: o que eu ainda não tenho, foque-se no que ainda poderá ter.

Veja na próxima página a continuação do artigo..

Vê habitualmente o copo meio cheio ou meio vazio?

Lamentar aquilo que não temos é desperdiçar aquilo que já possuímos.
Uma das diferenças mais importantes entre as pessoas bem sucedidas e as que não o são, tem a ver com o acreditar que têm opções, têm escolhas. Isto leva-as a explorar novas circunstâncias, ideias, espaços. Elas põem em pratica a ideia de que nós somos co-criadores da nossa realidade. Outra diferença está em aceitar correr riscos e saber que muitas vezes é necessário um passo atrás, para dar dois em frente.

Einstein dizia que é loucura pensar que, sem uma mudança no comportamento, podemos obter resultados diferentes dos que já temos na nossa vida. Comece então por fazer alguma coisa diferente no seu dia a dia. Comece por aprender a olhar para a vida com os olhos da sua criança interior, ou seja, da esperança, da alegria e da possibilidade.

"Não basta dirigir-se ao rio com a intenção de pescar peixes; é preciso levar também a rede" -- Provérbio chinês

A História dos vietnamitas emigrantes nos EUA

Há já alguns anos, houve um grande movimento de emigrantes vietnamitas para os EUA. Muitos norte-americanos ficaram preocupados com as consequências que esta vaga de emigrantes poderia criar no serviço nacional de saúde e noutros serviços estatais, devido aos níveis previsíveis de pobreza que essas pessoas trariam. No entanto, o que se constatou foi que inúmeros desses emigrantes conseguiram fazer vingar os próprios negócios e prosperaram, contra todas as previsões!

A causa mais fundamental para esta situação, tem a ver com o facto de os vietnamitas terem vindo de um país onde as condições eram extraordinariamente desfavoráveis (onde a própria ameaça de morte era algo real no seu quotidiano). E ali, na América, como as possibilidades eram praticamente ilimitadas, eles não tinham porque não dar tudo por tudo. Gratos pela vida e por esse manancial de oportunidades, usaram a sua criatividade e energia ao serviço do que eles sabiam e acreditavam ser possível. Assim foram construindo os seus negócios e expandindo na prática o que era possível fazer e alcançar, até patamares cada vez mais prósperos.

Há inúmeros casos de pessoas de sucesso que comprovam que nós podemos fazer qualquer coisa a que realmente nos dediquemos. E você, o que está disposto a fazer para alcançar os seus sonhos?

Veja na próxima página a continuação do artigo..

"A maior de todas as torres começa aqui no solo."

Os seus melhores recursos são a sua mente e o seu coração. As melhores ferramentas para alcançar prosperidade a todos os níveis, são as nossas crenças positivas de auto merecimento, uma auto-imagem forte e saudável, um coração capaz de sonhar.

Não compare o seu valor ao dinheiro que possui, aos bens que tem ou a qualquer coisa externa. A prosperidade não é acerca de ter, seja o que for – dinheiro, inteligência, influência, cargos, etc. – mas sim acerca de Ser.

Não se identifique com o que tem: você não é o seu carro, a sua casa ou a sua conta bancária. Você é muito mais do que um conjunto de chapa e jantes polidas, ou de tijolos, cimento e tinta. É muito mais do que uns algarismos numa caderneta bancária e muito mais do que qualquer coisa que o dinheiro possa comprar. Você é único na historia da humanidade, você é um Caminho para a excelência, você é uma oportunidade para a maravilha da partilha, da sabedoria, da construção e do amor. Você é um universo de sonhos, um oceano de possibilidades de concretização do desejo. Nunca se reduza, comparando-se com alguma coisa material. Deixaria de ser tratado pelos outros como único, e passaria a ser por eles avaliado como se avalia a si mesmo: como um “produto” que pode ser trocado por um “modelo” melhor.

A prosperidade é acerca de começar por se sentir bem consigo mesmo. Ninguém muda nada se estiver em permanente conflito consigo. Acredite em si e todos os dias dê um passo para melhorar a sua prosperidade material, física e afectiva. Escreva uma lista dos seus objectivos para o ano seguinte e afirme para si mesmo que esses são os resultados que quer alcançar. Saiba também que há sempre várias formas de os alcançar, por isso, não se limite. Se alguma não funcionar, aceite essa experiência como uma aprendizagem preciosa para o ajudar a escolher outra abordagem. Não se esqueça, também, que o universo é muito criativo e que encontra sempre o “como” mais apropriado e muitas vezes surpreendente, para você chegar lá. O Professor Agostinho da Silva disse certa vez, “eu não faço planos na minha vida para não atrapalhar os planos que a Vida tem para mim”. A Vida na sua infinita sabedoria tem sempre as melhores soluções para a realização dos nossos sonhos, pois a Vida quer cumprir-se através da manifestação dos dons únicos de cada um de nós. Renuncie à preocupação com os resultados. Desfrute de todos os momentos da sua vida, mesmo desconhecendo os resultados que se manifestarão mais tarde.

Veja na próxima página a continuação do artigo..

"Eu estava furioso por não ter sapatos; então encontrei um homem que não tinha pés e dei-me por muito satisfeito."

Na construção de quem somos, alguns de nós armazenam mais informação negativa, outros seleccionam, sobretudo as experiências positivas como o mais importante referencial para a construção da sua identidade. Com o tempo, as pessoas que rejeitam mais experiências positivas tendem a viver encima de pilhas de negatividade e frustração. É necessário então, reaprender a pensar e a viver, aprendendo a absorver as experiências positivas para criar um novo equilíbrio e desenvolver um sentimento mais satisfatório e saudável de valor próprio. Quando reforçamos a nossa auto estima e nos abrimos à ideia de que somos co-criadores da nossa realidade e que temos sempre várias escolhas possíveis, atraímos a abundância e a felicidade para a nossa vida. Não se esqueça de que o mundo exterior é um reflexo do nosso mundo interno.

"Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher aquilo que plantamos."

Outra chave importante para construir prosperidade é:

- Saber que somos administradores dos nossos bens mas eles não nos pertencem verdadeiramente: eles estão lá para nosso usufruto durante o tempo que pudermos desfrutar deles. Do nosso corpo, mente, família, património, etc. Esta consciência de “administradores de recursos” promove a obtenção de uma prosperidade integral de vida, porque aqui já não é o apego às coisas que nos “possui”; somos nós que desfrutamos das coisas.

"Não é o que possuímos, mas o que gozamos, que constitui a nossa abundância."
Provérbio árabe

Vera Faria Leal

VEJA AS ENTREVISTAS DA AUTORA NO SAPO ZEN:

Convidada: Vera Faria Leal

Vera Faria Leal é Licenciada em Relações Internacionais. Trabalhou em Comunicação Institucional, Relações Públicas, Marketing, Qualidade e Formação na Banca durante vários anos.

Diplomada por Louise Hay e convidada por Patrícia Crane - continuadora do trabalho de L.H. no mundo - com quem co-facilitou curso em Inglaterra, para ser a Formadora de Facilitadores do Método Louise Hay em Portugal, desde 2004.

Foi Consultora de Auto-Estima para o programa «Elas em Marte», na SIC Mulher, contando com diversas participações televisivas. Tem artigos publicados na imprensa sobre transformação pessoal e Astrologia.

Estuda Astrologia desde 1995. Faz Aconselhamento Astrológico e é professora de Astrologia Vivencial no Centro Quiron, realizando cursos e palestras no país.

Iniciou com Rui Peixoto em 2008 a Escola de Astrologia do Centro Alquimia do Ser.

Autora de vários livros e Cds de Desenvolvimento Pessoal e do DVD "O SEGREDO PARA ALÉM DE O SEGREDO". Fundadora em Portugal do movimento espiritual internacional: "Humanity`s Team - Juntos pela Humanidade", criado nos EUA por Neale Donald Walsch (autor de Conversas com Deus).
Contactos:

Vera Faria Leal
351+ 965303341

Coordenação de Conteúdos:
Heloisa Miranda
email: sapozen@sapo.pt
Veja o programa SAPO Zen: zen.sapo.pt

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.