A menina afegã da foto chama-se Ghulam. Tem 11 anos e está sentada com desconfiança ao lado de um homem de 40 anos que não é seu pai. Comprou-a em troca de algum dinheiro que vai alimentar os seus irmãos...
Esta imagem de um casamento forçado foi eleita a melhor fotografia instantânea do ano pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Da autoria da fotógrafa norte-americana Stephanie Sinclair, a fotografia foi seleccionada entre 1230 candidatas por "denunciar uma prática mundial e terrível" que atinge milhares de meninas no mundo inteiro. Não apenas são afastadas das escolas e respectivas famílias como também são submetidas a actos de violência sexual e a trabalho infantil.

A imagem vencedora faz parte de uma série de fotografias sobre matrimónios infantis que Stephanie Sinclair realizou durante dois anos no Afeganistão, Etiópia e Nepal - países onde é habitual as famílias casarem as crianças muito cedo.
Ainda que se sintam envergonhados, os familiares de Ghulam dizem que apenas com esta venda conseguem comprar comida para o resto da família.

Em segundo lugar no Prémio de fotografia da UNICEF ficou um trabalho sobre a exploração laboral de crianças no Bangladesh; e em terceiro uma fotografia de uma menina filipina que vive numa colónia de mineiros em Manila.

Entre os finalistas, destaque também para uma reportagem fotográfica sobre as mulheres violadas no genocídio do Ruanda (1994) junto aos seus filhos.

Foto: Lusa/Epa (18 de Dezembro de 2007)
Texto:

Texto:Ana Magarida Lázaro @

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.