O conceito que orientou a criação desta colecção de Miguel Vieira foi a sintonia entre um design de perfil contemporâneo e o intimismo, a elegância e a liberdade que permitem criar um ambiente moderno, mas também confortável e requintado.

A colecção apresenta mobiliário cujo design privilegia a durabilidade da peça, apostando em madeiras exóticas (ébano e nogueira americana) e acabamentos luxuosos (lacados, talha de ouro e tecidos jacquard desenvolvidos em atelier).

Os formatos são pouco convencionais - há peças cuja estrutura clássica foi totalmente subvertida - e as proporções, as formas e as volumetrias são continuamente depuradas para que as peças se tornem pequenas esculturas.

Os acabamentos interiores (lacados e revestimentos especiais) denotam a experiência do designer em alfaiataria, pois revelam uma minúcia e um detalhe surpreendentes.

De acordo com as palavras do designer “ Trata-se de um projecto que me apaixona bastante pois une ousadia e equilíbrio. Sinto que criei peças que emanam charme e sofisticação em todos os detalhes, e cujas influências são ao mesmo tempo contemporâneas e clássicas.”

As peças são inteiramente fabricadas em Portugal com recurso a produção manual.

4 de Agosto de 2010

Veja ainda:

Chegou a hora de abrir os cordões à bolsa

Dita Von Teese fas strip no desfile de Gaultier

Paris fashion Week: Chanel

Acabe com os mitos das dietas

Uma pen que vai fazê-la brilhar

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.