Foi no Lisboa Factory que Diana Chaves apresentou o novo plano personalizado da Kellogs, marca que investiu num estudo sobre o estado físico das mulheres, no qual 50% admitia que queria emagrecer.

Dois rituais foram considerados fundamentais no dia-a-dia: seguir uma alimentação equilibrada e praticar exercício físico.

O estudo relacionado com o controlo do peso revela que uma grande percentagem fá-lo de modo inadequado (dietas rápidas e saltar refeições) ou sem controlo por parte de especialistas.

As principais fontes de informação nutricional, aquando do início de uma dieta, são os médicos (para 50% das mulheres e 40% dos homens); a auto prescrição da dieta (para 40% das mulheres e 20% dos homens); os amigos (para 15% das mulheres e 19% dos homens); as revistas (para 12% das mulheres e 8% dos homens) e as lojas de produtos naturais (para 4% mulheres e 8% dos homens).

Diana Chaves enfatizou a inportância dos cereais nas dietas e baseou-se nos dados de um projecto de investigação realizado por um grupo de cinco médicos do departamento de nutrição da Faculdade de Farmácia, da Universidade prestigiada de Madrid.

O objectivo do estudo foi determinar as vantagens nutricionais associadas ao aumento do consumo de cereais na população feminina e a respectiva repercussão no controlo de peso corporal, contrariando a ideia que o consumo de hidratos de carbono leva ao aumento de peso.

26 de Janeiro de 2010

Veja ainda:

Estudo relaciona depressão com alimentação nas mulheres

Mulheres envelhecem como as mães, diz estudo

Mulheres mais preocupadas com a saúde enquanto homens com a aparência

Eles mentem e elas também

Mulheres até aos 45 anos devem vacinar-se contra o cancro do colo do útero

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.