É cada vez mais uma preocupação para a maioria das pessoas a redução da sua pegada ecológica, garantindo estilos de vida que respeitam o ambiente e a natureza – afinal, são muitos os estudos de impacto ambiental que nos confirmam o quão nefastos têm sido muito dos comportamentos que, ao longo dos anos, o ser humano tem praticado. Por isso, é também cada vez mais comum que esta preocupação passe igualmente por se garantir casas sustentáveis e amigas do ambiente. Se esta é também uma das suas preocupações, a Loja do Condomínio apresenta-lhe alguns “segredos” para que a sua casa passe a ser mais ‘verde’ e sustentável.

1. Reduza o consumo de energia e de água

E se isto é bom para o ambiente, é igualmente ótimo para a sua carteira. Por isso, preocupe-se em educar toda a família para:

- Apagar as luzes ao sair de cada ambiente;

- Aproveitar a iluminação natural, deixando portadas, estores e janelas abertos e utilizando cortinas claras;

- Fechar a torneira da água enquanto escova os dentes;

- Manter a torneira da água fechada enquanto, no banho, passa champô ou gel de corpo;

- Usar as máquinas de lavar apenas quando as conseguir encher de loiça ou roupa;

- Reutilizar a água dos duches para limpar pisos e regar plantas.

2. Recicle e reutilize

Sabia que, segundo um estudo recente da Sociedade Ponto Verde, 30% dos portugueses inquiridos revelam não fazer separação dos seus lixos? Parece um resultado baixo, mas a verdade é que há ainda um longo caminho a percorrer no que à reciclagem diz respeito. Por isso, é essencial que garanta uma diária e correta separação dos lixos feitos em sua casa e que, para além disso, procure dar uma segunda vida a alguns dos objetos que lhe parecem descartáveis – por exemplo, os boiões de papa para bebé dão excelentes recipientes para guardarmos temperos e as garrafas de detergente líquido para a roupa facilmente se transformam num regador para as plantas aí de casa.

3. Aposte em lâmpadas LED

As lâmpadas LED são as que apresentam menor consumo de energia – conseguindo poupar mais de 70% de energia em relação ao consumo feito por lâmpadas incandescentes. E, apesar de as lâmpadas LED poderem ser um pouco mais caras, elas têm uma durabilidade bastante elevada, pelo que facilmente se confirma o bom investimento.

4. Leia bem rótulos antes de comprar

É essencial que, como consumidor, prefira marcas e produtos que se preocupam em respeitar o ambiente – e isto podemos quase sempre confirmar nos rótulos dos produtos que compramos (o que se verifica não só nas formas de fabrico, como também nas origens das matérias-primas utilizadas). Não faria muito sentido, afinal, termos uma casa sustentável decorada com móveis fabricados com madeiras de zonas protegidas, correto? E isto aplica-se também aos eletrodomésticos que utiliza e que devem, idealmente, ser de categoria A++.

5. Verifique o isolamento térmico de sua casa

Quando o isolamento térmico é bem realizado, conseguimos evitar perdas de calor no inverno e ganhos de calor no verão, mantendo assim uma temperatura constante no interior de casa (e evitando consumos desnecessários com ar condicionado, ventoinhas e aquecimentos). Por isso, verifique bem o isolamento da sua fração e, percebendo alguma fuga ou entrada de ar junto a portas e janelas, procure isolar esses espaços (existindo inclusivamente soluções muito em conta nas mais conhecidas lojas de bricolage).

Com estes simples cinco segredos, consegue uma casa muito mais sustentável, amiga do ambiente e cúmplice da sua carteira.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.