Desde o dia 19 de julho que os bancos são obrigados a refletir os juros negativos da Taxa Euribor para contratos em que os spreads ou a margem comercial ficaria abaixo dos 0,3%. Ou seja, vão haver taxas de juros que juntamente com o spread se traduzem numa taxa de juro negativa e haverá bancos que irão pagar capital a alguns clientes por causa desta taxa de juro negativa.

5 motivos para não comprar um determinado imóvel
5 motivos para não comprar um determinado imóvel
Ver artigo

Em termos práticos, os bancos vão criar uma linha de crédito no valor dos juros negativos e o encontro de contas será feito quando as taxas Euribor subirem (quando as taxas Euribor encontrarem-se em valores positivos).

Esta medida poderá ajudar algumas famílias portuguesas com o orçamento familiar, mas é uma medida transitória, pois atualmente as taxas Euribor encontram-se em valores negativos.

Esta lei vai ser aplicada a todos os Créditos Habitação?

O seu Crédito Habitação pode não estar abrangido por esta lei, pois vários bancos já comunicaram que o número de créditos afetados é muito reduzido. Mas esta medida faz-nos pensar sobre o futuro.

Atualmente, a taxa Euribor encontra-se a valores negativos, numa estratégia de estimular a economia e o consumo. Contudo, à medida que a economia real for recuperando, a taxa irá subir gradualmente e, como consequência, todos os clientes com crédito habitação irão ver a sua prestação mensal aumentar, ou seja, iremos pagar mais de prestação mensal sem contrair ou aumentar o empréstimo, simplesmente porque uma das taxas associadas ao crédito vai subir.

Créditos: deve escolher um prazo curto ou longo?
Créditos: deve escolher um prazo curto ou longo?
Ver artigo

A taxa Euribor tem variado de valor nas últimas décadas, subindo e descendo consoante os ciclos económicos das sociedades. Por exemplo, em 2000, a Euribor a 6 meses no mês de agosto estava a 4,916%. Em 2005, a mesma Euribor no mês de agosto desceu para 2,156%. Em agosto de 2010, em plena crise económica, baixou para 1,145%. Atualmente, como estamos num ciclo de recuperação económica, a mesma taxa está num período de subida e estima-se que irá subir nos próximos anos para valores que poderão atingir os de 2005.

Verifique os cenários abaixo

E como é que a Taxa Euribor pode influenciar a minha prestação mensal? Analise os três cenários abaixo, para um empréstimo habitação de 200 mil euros, num prazo de 30 anos e com um spread de 0,25%:

Como a subida da taxa Euribor pode influenciar as suas prestações mensais
créditos: Doutor Finanças

Salvaguardar estas subidas de custos ou algum imponderável que surja, investir noutros rendimentos e fazer compras conscientes -  estas são algumas medidas que promovem e salvaguardam a sua saúde financeira familiar.

Comece a poupar hoje para poder cumprir os seus encargos mensais de amanhã, sabendo e percebendo que eles serão maiores.

Como a subida da taxa Euribor pode influenciar as suas prestações mensais

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.