Portugal é um dos países da Europa com maior percentagem de população com doenças do espectro da ansiedade, afetando cerca de 16,5% das pessoas. Ao longo do tempo e, devido ao aumento do ritmo de vida, das preocupações e problemas rotineiros, também aumentou o stress e a ansiedade. Enfrentar este estado composto por sentimentos confusos como vulnerabilidades, medos, culpas, inseguranças e hesitações é o primeiro passo para quebrar o ciclo ansioso e viver uma vida equilibrada. Para além da ajuda profissional, existem algumas estratégias e comportamentos que podemos seguir para diminuir e controlar melhor este sentimento angustiante.

Um dos primeiros pontos é compreender e reinterpretar os sentimentos e pensamentos que nos causam ansiedade. Estes podem ser relativos a uma determinada situação, pessoa, lugar. A ansiedade faz-nos sentir que a ameaça é iminente e catastrófica, como se o mundo fosse acabar, ainda que, na generalidade das vezes aquilo que nos preocupa nunca venha a acontecer. A identificação destes pequenos elementos é essencial para a mudança de atitude. E se, realmente aquilo que mais temia aconteceu? Embora não seja o cenário mais agradável devemos ser capazes de enfrentar a situação e tornar algo negativo em positivo ou, pelo menos, ter a capacidade de resolver os problemas. Acredite que, se começar a enfrentar o que mais receia, terá mais confiança e será mais fácil enfrentar futuras situações em que não se sinta confortável.

Posteriormente existem sempre alguns hábitos que se podem incorporar na rotina e que, certamente, ajudarão a que se sinta mais tranquilo. Comportamentos como desligar os aparelhos tecnológicos, parar e concentrar-se em si são um deles. Experimente reassumir o controlo de si mesmo afastando-se do stress e preocupações quotidianas. Pode, neste novo tempo que criou para si, fazer coisas que o façam sentir bem como, por exemplo, ouvir música. Os cientistas descrevem que ouvir música aumenta em 9% a produção de dopamina, substância relacionada com o prazer. Esta substância também é libertada quando fazemos exercício físico, uma excelente opção para se libertar das preocupações e se sentir melhor consigo. Existem sempre opções mais relaxantes como a meditação (existem aplicações que pode descarregar como a Headspace) que vão ajudar a que se sinta mais tranquilo.

Rodeie-se de pessoas positivas e transforme o mau em bom. Em suma, controlar a ansiedade passa por mudar a forma como encara os problemas, não ser demasiado exigente consigo e concentrar-se mais em coisas que o fazem sentir-se em equilíbrio.

Leia sobre: 12 coisas que fazemos todos os dias

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.