O Hospitalcuf porto dispõe de um procedimento não invasivo que permite investigar, com maior precisão, o grau de fibrose no fígado e que fornece o resultado em apenas cinco minutos.

O teste captura as imagens do fígado por ultrassom e transmite uma onda de baixa frequência.

A vibração propaga-se e mede a elasticidade do tecido hepático.

Com este procedimento, a hospitalização deixa de ser necessária, ao contrário da biopsia que pode, assim, ser substituída, em especial nos casos de hepatite. «A elastografia hepática é uma modalidade de diagnóstico que permite com grande fidelidade avaliar o grau de fibrose hepática com especial acuidade na definição das situações extremas, isto é, presença de cirrose ou ausência de fibrose. Além do diagnóstico, permite o acompanhamento das doenças crónicas hepáticas, especialmente a hepatite C», explica Alexandre Sarmento, coordenador da equipa de gastrenterologia desta unidade hospitalar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.