Tem uma doença respiratória crónica e suspeita que o seu filho possa estar infetado com o novo coronavírus na origem da COVID-19? Apesar de existirem grupos de maior risco, a verdade é que o SARS-CoV-2, na origem da pandemia que obrigou o mundo a ter de se fechar e permanecer em casa, não poupa nenhuma condição nem faixa etária. Carlos Robalo Cordeiro, médico pneumologista, professor catedrático e diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, explica, num vídeo elaborado pela revista Prevenir, o que deve fazer no caso de poder ser confrontado com essa probabilidade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.