As crianças podem não conseguir dizer se têm um problema visual. Mesmo as que estão em idade escolar, nem sempre se apercebem que podem estar com um défice de visão.

O papel dos pais é, por isso, muito importante para detetar sinais denunciadores, pelo que devem estar particularmente atentos.

Se o seu filho apresentar algum dos seguintes sintomas, contate o médico com a urgência indicada.

Contactar o médico imediatamente em caso de:

  • Pupila branca
    Pode indicar cataratas, tumor, inflamação ou retina descolada.
  • Inchaço, protuberância ou queda da pálpebra
    Pode ser uma inflamação, enfraquecimento muscular ou tumor.
  • Córnea grande num ou nos dois olhos
    Pode ser sinal de glaucoma, principalmente quando o olho lacrimeja e evita a luz.

Contactar o médico em breve se houver:

  • Lacrimejo, olho vermelho ou secreção
    Sinal de infeção ou obstrução da via lacrimal. 
  • Olho virado para dentro ou para fora
    Os olhos desalinhados podem conduzir à perda da visão.
  • Olhos a tremer
    Sinal de doença do sistema nervoso.
  • Peso de nascimento muito baixo/prematuridade
    Sem tratamento pode provocar lesões graves na retina.

Referir ao médico na próxima consulta:

  • Cabeça inclinada (para o ombro, para a frente ou para o lado)
    A criança pode estar a evitar a visão distorcida ou dupla.
  • Defeito na pupila (falta parte da íris)
    Pode ser sinal de um defeito no interior do olho.
  • Pupilas desiguais
    Pode indicar lesão neurológica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.