A maior parte dos tumores afeta, indiscriminadamente, os dois sexos, mas alguns deles podem ser considerados masculinos, já que atacam única e exclu­sivamente zonas específicas da anatomia do homem. A adoção de hábitos saudáveis e a deteção precoce são essenciais para os manter sob controlo, até porque existem cancros, como o cancro da próstata, que mata anualmente cerca de 1.800 homens em Portugal.

Esse é, pelo menos, o número que estimam muitos dos especialistas que lidam com o problema. Cancro da próstata, cancro dos testículos e cancro do pénis. Este é o trio de cancros que afeta o homem em regime de exclusividade. Qualquer um destes tumores tem uma influência hereditária, mas é o estilo de vida adoptado por cada homem que exerce um papel decisivo, determinando o seu desenvolvimento (ou não).

Especialistas de todo o mundo sublinham a importância da adoção de hábitos de vida saudáveis como maior aliado na prevenção e tratamento da doença oncológica. Falamos de hábitos tão simples como deixar de fumar, seguir uma alimentação variada e equilibrada, incluir exercício na rotina habitual, estar atento a qualquer sintoma e, ainda mais importante, submeter-se a exames regulares.

Procedimentos essenciais para detetar um eventual tumor num estado pre­coce que permita uma evolução o mais favo­rável possível. Em Portugal, o cancro da próstata atinge anualmente entre 3.500 a 4.000 portugueses. Segundo o organismo Cancer Research UK, os homens têm atualmente cerca de 60% mais hipóteses de vir a sofrer de cancro do que as mulheres e 70% maiores probabilidades de morrer da doença.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.