Os gelados são únicos; para além de serem o único alimento que se consome congelado, também oferecem uma experiência sensorial sem igual.

Eis alguns resultados de um estudo recentemente pela Unilever Ice Cream que revela também que os gelados fazem as pessoas felizes. Para além de a área da saúde e do bem-estar ser propícia ao crescimento, no fundo, os gelados têm a ver com prazer e desejo.

No inquérito realizado para o estudo, junto dos consumidores na Europa, a maior parte dos consumidores europeus considera que o consumo de gelados é divertido (71%) e perto de dois em cada três entrevistados acham que os gelados são óptimos para criar relações sociais (63,2%).

Os resultados deste estudo trazem à luz do dia a primeira prova científica de que os gelados fazem realmente as pessoas felizes!

Levado a cabo no Instituto de Psiquiatria de Londres, o estudo revela que o consumo de gelados activa as zonas do cérebro relacionadas com o prazer.

Os voluntários deste estudo foram observados através de um dispositivo de imagiologia não invasivo (um scanner fMRI) que regista a actividade do cérebro, e os resultados demonstram claramente que o consumo de gelados "activa” imediatamente as zonas do cérebro relacionadas com o prazer.

Don Darling, Vice-Presidente de Desenvolvimento da Unilever Ice Cream, para a Europa, prevê:
“No futuro, os gelados poderão contribuir para melhorar a saúde e o bem-estar, em geral. Por exemplo, dois dos ingredientes mais importantes para os gelados são o leite e a fruta, pois ambos contêm nutrientes importantes e constituem benefícios para a saúde. Os nutrientes da fruta podem contribuir para melhorar o nosso sistema imunitário, digestivo e cardíaco.

Algumas frutas possuem naturalmente níveis elevados de nutrientes que podem ser incorporados nos gelados e, por conseguinte, proporcionar ao consumidor vantagens positivas para a saúde, de uma forma divertida, agradável e natural.

Também prevemos o aumento dos níveis de Vitamina D nos gelados, pois esta vitamina pode ajudar o corpo a assimilar melhor o cálcio do leite, que constitui um nutriente importante. O aumento dos níveis de Vitamina D nos gelados irá ajudar o corpo a assimilar o cálcio do leite.”

Ana Palencia, nutricionista da Unilever, em Espanha, comenta: "Enquanto procuramos a melhor forma de incorporar “super” frutas nos futuros gelados, pode, já hoje, usufruir de alguns dos benefícios destas frutas, seguindo algumas das nossas receitas que incluem produtos Carte d'Or. Elaboradas pelo famoso “chef” Antony Worrall Thompson, estas receitas são uma óptima forma de beneficiar das “super” frutas, de uma forma divertida e agradável, e perceber como os gelados podem fazer parte integrante de uma dieta equilibrada e mais agradável."

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.