Actualmente, devido às alterações que os hábitos alimentares sofreram, nem todas as pessoas conseguem ter uma alimentação saudável, comprometendo a ingestão de vitaminas, minerais e fibras.

Assim, segundo Pedro Lôbo do Vale, médico de Clínica Geral e docente no Mestrado de Nutrição da Faculdade de Medicina de Lisboa, «se nos enquadramos neste grupo da população, com rotinas complexas e falta de tempo para organizarmos devidamente as nossas escolhas alimentares, só teremos a beneficiar com a toma de suplementos alimentares.»

O especialista explica ainda que «estes, ao veicularem os nutrientes indispensáveis ao bom funcionamento do nosso organismo, em doses que contribuam para o reforço das nossas defesas naturais, irão ajudar-nos a sentirmo-nos mais fortes, com mais vitalidade».

Tome nota dos alimentos que deve consumir no seu dia-a-dia

1. Citrinos

Porque fazem bem?

A laranja tem cerca de 42 calorias por cada 100 g e o limão 26. Reduzem o risco de anemias, favorecendo a absorção de ferro. Previnem as cataratas e o colesterol «mau», refrescam e são cardiosaudáveis.

Como melhoram as defesas?

O limão e a laranja têm muita vitamina C. Existe muita controvérsia sobre a sua utilidade na prevenção e/ou alívio de constipações. A verdade é que entre 400 e 800 mg desta vitamina (100 g de laranja contêm 57 mg) melhoram o estado geral de quem delas padece.

2. Couves

Porque fazem bem?

Não é que sejam o nosso alimento preferido do supermercado mas se soubéssemos o quão saudáveis são, mudaríamos de opinião.

São anticancerígenas, previnem a espinha bífida no feto e são cardiosaudáveis. A couve portuguesa, por exemplo, tem 26 calorias por 100 g.

Como melhoram as defesas?

As couves activam o sistema imunológico, aumentando a potência das defesas. Para além disso, também contêm vitamina B, a vitamina que participa mais activamente na produção de anticorpos e glóbulos brancos.

3. Espargos

Porque fazem bem?

São um alimento gourmet, muito usado na nova gastronomia, pelas suas propriedades aromáticas, de textura e sabor.

Mas, para além disso, não engordam nada (apenas 18 calorias por cada 100 g de espargos), são diuréticos (conteúdo elevado de água), um laxante natural (graças à sua fibra), e previnem as cataratas, as doenças cardíacas e a hipertensão arterial.

Como melhoram as defesas?

Contêm vitaminas C e E, e provitamina A, para além de um nutriente chamado lignano (fitoestrogénio) que parece ser um potentíssimo antioxidante contra tumores e cancros por reforçar a parede celular.

4. Tomate

Porque nos faz bem?

Cada 100 g tem apenas 19 calorias. Este fruto está associado à melhoria da capacidade mental e física em pessoas idosas e reduz o risco de doença cardíaca.

Como melhora as defesas?

O melhor do tomate é o caroteno que contém, chamado licopeno, e que está presente em mais de 80% do fruto (no tomate cozinhado também e inclusive em melhores níveis).

O licopeno evita a oxidação, ou seja, contribui para abrandar o envelhecimento celular. Se o ingerir com alimentos ricos em vitamina E (abacate ou azeite, por exemplo), o seu efeito é ainda mais potente.

5. Ervilhas

Porque nos fazem bem?

Com 67 calorias por cada 100 g, as ervilhas são ricas em amido, proteínas e vitaminas C, E e do grupo B.

Para além disso, a sua «casca» contém doses elevadas de fibra e ácido fólico, excelente para prevenir malformações no feto durante a gravidez..

Como melhoram as defesas?

Os seus componentes fazem delas um alimento excelente na ajuda à formação de células. Para além disso, ajudam a amadurecer os glóbulos vermelhos e brancos, reforçando a barreira defensiva. Também são excelentes para proteger o coração e evitar a anemia.

6 Alcachofra

Porque nos faz bem?

Com apenas 41 calorias por cada 100 g, é rica em potássio e num fitonutriente chamado cinarina, que reduz os níveis de colesterol e triglicéridos no sangue.

É diurética e laxante, e pode ser ingerida por diabéticos. Também é rica em fibra.

Como melhora as defesas?

Ajuda o fígado a eliminar toxinas. E o ácido caféico que contém protege este órgão de infecções e ajuda a regenerá-lo se lhe tiver sido extirpada uma parte, por exemplo. As vitaminas A, B e C que contém alimentam as suas defesas ao máximo.

7. Alface

Porque nos faz bem?

Contém cerca de 12 calorias por cada 100 g, tem cálcio e ferro, combate a insónia, e previne a espinha bífida durante a gravidez, o cancro do cólon, as cardiopatias e as cataratas.

Como melhora as defesas?

Contém antioxidantes, com acção, sobretudo, na zona do cólon, multiplicada pelo seu elevado conteúdo de fibra, que alimenta as bactérias intestinais, um tipo de defesas importantes para o organismo.

Algumas variedades têm vitamina C, uma vitamina anticancerígena.

8. Cenoura

Porque nos faz bem?

Contém 19 calorias por 100 g. É diurética e o seu sumo é um óptimo tratamento contra o ardor digestivo e para a pele.

É muito benéfica para grávidas porque contém bastante iodo e vitamina A.

Como melhora as defesas?

É uma fonte de betacarotenos, um antioxidante que estimula o sistema imunológico porque se transforma em vitamina A e alimenta as defesas.

Defende as células de ataques infecciosos de diferentes tipos. Protege, sobretudo, contra os cancros do pulmão e do estômago.

Para saber mais sobre como reforçar as suas defesas clique aqui.

Texto: Madalena Alçada Baptista com Pedro Lôbo do Vale (médico de Clínica Geral e docente no Mestrado de Nutrição da Faculdade de Medicina de Lisboa)