São um poderoso aliado contra o envelhecimento celular e beneficiam tanto o interior do organismo como a pele e a silhueta.

São benéficas para a saúde por serem anti-inflamatórias, depurativas e também anticancerígenas.

E ainda melhoram o nosso estado anímico e o cliclo do sono.

Não, não é um medicamento milagroso desenvolvido nos melhores laboratórios. É apenas um delicioso fruto que oferece inúmeros benefícios para a saúde, sobretudo quando cultivado de forma tradicional, sem aditivos. As cerejas mais doces são as mais escuras, quase negras. São também as mais ricas em ferro, magnésio e potássio.

De acordo com o nutricionista Tiago Osório de Barros, «a grande vantagem das cerejas é a grande riqueza em substâncias antioxidantes. Estas substâncias actuam no organismo ao nível dos processos celulares e combatem a oxidação dos radicais livres, que são os responsáveis pela degeneração celular, que conduz ao envelhecimento e ao cancro».

Adelgaçam e rejuvenescem

As cerejas são ricas em fibra, o que, para além de ajudar a regular o trânsito intestinal, lhes confere um poder saciante. Adicionalmente, têm muito poucas calorias (cerca de 80% deste fruto é composto por água) e possuem propriedades depurativas que ajudam a eliminar toxinas, o que as torna num bom aliado em dietas de emagrecimento.

Por outro lado, por serem ricas em antioxidantes, as cerejas ajudam a combater eficazmente o envelhecimento cutâneo. E o seu elevado índice de minerais ajuda a prevenir a desmineralização dos ossos e dos tecidos, associada ao avançar da idade e, em particular, à menopausa. Para além disso, beneficiam a circulação sanguínea, pelo que também actuam sobre a celulite.

O poder das vitaminas e dos minerais

A composição das cerejas, ricas em flavonóides (fitoquímicos), vitaminas e minerais com forte poder antioxidante, é uma receita de vida saudável.

De acordo com Tiago Osório de Barros, «a vitamina C é a que apresenta um maior poder antioxidante. Já a vitamina A está essencialmente envolvida na manutenção das estruturas celulares, daí dizer-se que faz bem aos olhos». No que diz respeito aos minerais presentes nas cerejas, o nutricionista destaca alguns benefícios principais.

«O potássio é essencial para o metabolismo dos hidratos de carbono e das proteínas, daí o seu poder adelgaçante, e o magnésio é essencial como activador de enzimas, participando em quase todos os processos orgânicos e na transmissão neuromuscular, em conjunto com o cálcio, daí dizer-se que faz bem aos músculos», refere.

O melhor que as cerejas têm para lhe dar

Diz o especialista que «devido à sua composição, principalmente à riqueza em flavonóides e antioxidantes (carotenos, vitaminas A e C e alguns minerais), que combatem a formação de radicais livres no nosso organismo, as cerejas ajudam a preservar a integridade das células e o seu normal funcionamento».

Eis os principais benefícios das cerejas:

  • Tonificam e remineralizam os tecidos, combatendo o envelhecimento
  • Favorecem a circulação e têm uma acção anticelulite
  • Estimulam a digestão e a actividade intestinal
  • Previnem as anemias e ajudam a hidratar a pele e o cabelo
  • Inibem a formação de células cancerígenas
  • Defendem o corpo da artrite (inflamação nas articulações)
  • Melhoram o nível de colesterol
  • Melhoram as infecções urinárias e eliminam o ácido úrico
  • Actuam contra o stress e a depressão, melhorando o estado anímico
  • São diuréticas, purificam e acalmam a ansiedade de comer, ajudando a perder peso

Texto: Ana Catarina Alberto com Tiago Osório de Barros (nutricionista)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.