Segundo dados revelados hoje à agência Lusa, pelo presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Lisboa Norte (CHLN), Carlos Martins, foram ou estão a ser submetidos a tratamento cerca de 950 doentes com hepatite C e 804 deles já se encontram curados.

O Hospital de Santa Maria, que integra o CHLN, já tratava a esmagadora maioria dos doentes com hepatite C com tratamentos inovadores em Portugal, mesmo antes do acordo alcançado em fevereiro de 2015, entre o Estado e a indústria farmacêutica.

Aliás, até esse acordo ser assinado, o CHLN tinha em tratamento, com fármacos inovadores, 84 doentes, 50 deles no âmbito de ensaios clínicos, ao abrigo de protocolos com a indústria farmacêutica.

Veja também: A história de Luís que tem VIH/Sida, mas que está curado da hepatite C

Leia aindaTodas as pessoas devem fazer o teste à hepatite C pelo menos uma vez na vida

“O CHLN tem estado sempre na linha da frente em termos do tratamento com inovação da hepatite C. Continuamos a ser a unidade hospitalar que mais doentes trata e que tem tido o maior sucesso em termos de resolução do problema da hepatite C”, afirmou Carlos Martins.

O presidente do Centro Hospital, que integra o maior hospital do país, lembra ainda que o tratamento da hepatite C é também um contributo para a economia nacional e para a sociedade: “Cada doente que tratamos com sucesso é um cidadão que devolvemos à vida ativa do país, alguns deles empresários que retomaram a sua atividade profissional. Além do sucesso e da felicidade pessoal, é também um contributo à sociedade e à economia”.

Na quarta-feira, a Lusa divulgou os dados nacionais dos doentes em tratamento para a hepatite C, tendo sido já iniciado tratamento mais de 7.800 utentes, com, pelo menos 3.000 considerados já curados.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.