O anúncio da candidatura de Rui Nunes, médico e professor catedrático da Faculdade de Medicina do Porto, “surge na sequência de uma série de apelos de profissionais médicos de todo o país e de todas as especialidades, para que possa pôr a sua vasta experiência em todos os domínios da saúde ao serviço dos médicos, numa altura em que a profissão se depara com uma série de desafios novos”, refere comunicado hoje divulgado.

Numa altura em que “o exercício da profissão médica passou a estar sob forte escrutínio social” Rui Nunes candidata-se à liderança da Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos sob o lema “Dignidade e Afirmação”.

"A interpelação sistemática dos valores que orientam a profissão médica é uma preocupação crescente", revela o também diretor do Departamento de Ciências Sociais e Saúde da Faculdade de Medicina do Porto para quem “as fortes restrições sociais e económicas que o país e os serviços de saúde sofreram nos últimos anos ditaram até dificuldades na boa aplicação das práticas médicas”.

Grande impulsionador do Testamento Vital e primeiro presidente da Entidade Reguladora da Saúde, Rui Nunes assume ainda a preocupação com as questões éticas e deontológicas e com as questões da formação de jovens médicos, que “pela primeira” estão a enfrentar o desemprego.

“Estes são pontos fortes de uma candidatura que apresentará muito em breve de forma exaustiva todo o programa que submeterá ao sufrágio dos médicos do Norte, no ato eleitoral que está marcado para o final do corrente ano”, explica o documento.

A Lusa tentou ouvir o atual presidente da Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, mas tal não foi possível até ao momento.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.