“Os casos de mordedura canina têm vindo a aumentar consideravelmente no país”, disse Américo da Conceição, diretor nacional de Veterinária, citado pelo diário Notícias, por ocasião do dia Mundial de Luta Contra a Raiva, que se assinalou no sábado.

No total, as autoridades moçambicanas registaram no primeiro semestre deste ano 13.835 casos de mordedura canina, contra 13.010 do mesmo período do ano passado.

“Este aumento deve-se a falta de posse responsável de animais. O facto é que muitas famílias estão a adquirir cães, mas não seguem os procedimentos para que os animais sejam seguros”, acrescentou a fonte.

As autoridades moçambicanas estimam que haja 2,8 milhões de cães em Moçambique.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.