Acredita-se que haja menos de 12 pessoas no mundo com esta rara doença genética de pele, a Epidermodisplasia Verruciforme. Mas em Abul Bajandar, de 28 anos, a doença é particularmente agressiva.

Abul Bajandar já passou por 25 cirurgias desde 2016. As excrescências deformam as suas mãos a ponto de o impedirem de trabalhar. O homem já perdeu a conta ao número de vezes que novas recidivas da doença o acometeram.

Os médicos do hospital universitário de Daca acreditaram, no ano passado, que o jovem de 28 anos estaria curado, mas as verrugas acabam sempre por ressurgir.

Veja algumas imagens

"A sua condição deteriorou-se e serão necessárias novas cirurgias", disse Samanta Lal Sen, médica cirurgiã daquele hospital.

"As verrugas cresceram em novas zonas dos meus pés e mãos (...) Espero que os médicos possam curar-me completamente desta vez", disse o doente citado agência de notícias AFP.

"Recebi o amor dos meus compatriotas e da nossa primeira-ministra. Acredito que um dia serei capaz de viver como um homem normal", acrescentou.

Este mesmo hospital de Daca tratou em 2017 uma jovem bengali que sofria da mesma condição.

Os médicos retiraram-lhe todas as excrescências, mas pouco depois as verrugas voltaram a aparecer em outras zonas do corpo. A família acabou por pôr um ponto final nos tratamentos e levou a criança de regresso para a sua aldeia de origem.

A etiologia da doença é ainda desconhecida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.