Os médicos acreditam que Sahana pode vir a ser a primeira mulher com epidermodisplasia verruciforme, mais conhecida por Síndrome do Homem-Árvore.

Há quatro meses, o pai de Sahana não ficou preocupado quando a primeira verruga apareceu. Mas rapidamente se alastraram e o homem viajou até Dhaka, no sul do Bangladesh, para pedir ajuda médica.

Os médicos acreditam que a menina tenha a Síndrome do Homem-Árvore e, se estiverem corretos, Sahana passa a pertencer ao pequeno grupo de pessoas com epidermodisplasia verruciforme.

No Bangladesh, um homem chamado Abul Bajandar tornou-se mediático quando fotografias das suas mãos cobertas de verrugas correram mundo. Cada uma pesava cerca de cinco quilos. Ele queixava-se, sobretudo, de não poder tocar na mulher e no filho há mais de uma década.

O homem de 27 anos foi submetido a 16 cirurgias para remoção das verrugas e reconstituição das mãos. Continua em recuperação.

Os mesmos médicos estão agora fazer testes a Sahana, para perceber se a menina sofre do mesmo problema.

O pai Mohammad Shahjahan declarou à agência de notícias francesa France Presse que está muito preocupado com a situação. "Somos muito pobres. A minha filha perdeu a mãe quando tinha apenas seis anos. Espero mesmo que os médicos consigam remover as cascas do rosto lindo da minha filha".

Veja ainda: 22 doenças muito misteriosas

Saiba mais: 15 doenças que ainda não têm cura

Conheça também: Os 12 vírus mais perigosos do mundo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.