Parte esta sexta-feira para a China um avião português que vai buscar material de médico e de proteção contra o coronavírus, numa altura em que o número de infetados continua a aumentar em Portugal. Há já registo de cinco vítimas mortais.

O Estado encomendou 30 toneladas de equipamentos como máscaras, óculos e fatos de proteção, luvas, testes de diagnóstico e ventiladores para responder à pandemia de COVID-19

Estado de Emergência: as principais medidas do governo para travar o COVID-19
Estado de Emergência: as principais medidas do governo para travar o COVID-19
Ver artigo

O avião da Hi Fly deve regressar no domingo com material já esgotado em Portugal e na maior parte dos estados-membros da União Europeia.

O Airbus A340 voa para Hanoi, onde fará o descanso da tripulação, antes de prosseguir para Guangzhou onde carregará o material antes de regressar a Lisboa.

Segundo um comunicado da Hi Fly, "como já o fez noutras ocasiões de voos humanitários, prescindiu da sua margem de comercialização e a Mirpuri Foundation, a Fundação Filantrópica ligada à família proprietária, fez ainda um donativo adicional de 100 mil euros para viabilizar esta operação".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, infetou mais de 235 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 9.800 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 86.600 recuperaram da doença.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se já por 179 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 235 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 9.800 morreram.

Acompanhe ao minuto os efeitos do COVID-19 no país e no mundo

Coronavírus: como passou de animais para humanos?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.