Cerca de 95% da população mundial respira ar considerado "inseguro" e, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a poluição do ar provoca anualmente sete milhões de mortes prematuras em todo o mundo.

Um novo estudo analisou durante quatro anos as capacidades verbais e de matemática de cerca de 20 mil chineses com o intuito de medir o impacto da exposição à poluição na inteligência.

10 características que fazem de nós pessoas mais inteligentes (ou não)
10 características que fazem de nós pessoas mais inteligentes (ou não)
Ver artigo

A análise constatou que altos níveis de exposição à poluição levaram a quedas significativas nos resultados dos testes em linguagem e aritmética dos cidadãos analisados, com o impacto médio a ser equivalente a um ano de educação perdido.

Alzheimer e outras doenças

Os cientistas baseados nos Estados Unidos acreditam que esse impacto aumenta com a idade e afeta mais homens e pessoas com menor grau de educação.

O estudo revela igualmente  evidência de que a poluição aumenta o risco de doenças neurodegenerativas como o Alzheimer e outras formas de demência.

A exposição à poluição "pode provocar a toda a gente a diminuição de um ano no seu nível de instrução, o que é imenso", diz um dos autores do estudo, Xi Chen, da Escola de Saúde Pública de Yale, citado pelo jornal britânico "The Guardian".

"Sabemos que o efeito é pior nos mais velhos, especialmente com mais de 64 anos, nos homens e em quem tem menos educação", acrescenta ainda o investigador ao referido meio.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.