A petição pública Diabetes - Alargamento do acesso gratuito a dispositivos de PSCI (bombas de insulina) para maiores de 18 anos (http://peticao.diabet1cos.pt) recebeu no dia 30 de abril o apoio da APDP - Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal.

A petição foi lançada em dezembro de 2018 pelo grupo DiabéT1cos (http://www.diabet1cos.pt), um grupo de apoio a pessoas com diabetes.

Bombas de insulina: que vantagens?

- Permite um melhor controlo da diabetes e uma maior flexibilidade na vida de um utente com diabetes.

- Permite ter uma segurança de limite máximo de insulina injetada, algo que não é possível com as atuais canetas que podem levar a hipoglicemias graves ou mesmo até à morte.

- Permite menos injeções no corpo, das atuais 6 a 10 injeções com canetas, seria apenas necessária a inserção de um cateter de 3 em 3 dias.

Entre outras.

A petição defende que o alargamento da comparticipação de bombas de insulina deve ser uma prioridade para a saúde nacional, para contribuir para uma melhor qualidade de vida dos doentes com diabetes e reduzir riscos relacionados com a doença, assim como gastos para o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Recomendados pelos médicos

Os promotores da petição pretendem levá-la à Assembleia da República pedindo para que se avance com legislação tendo em vista o alargamento da comparticipação de bombas de insulina para todos os diabéticos que sejam recomendados pelas equipas médicas e que estejam aptos a utilizar o dispositivo. 

A petição pretende também pedir a comparticipação de diferentes marcas de bombas de insulina de modo a permitir um melhor ajuste do dispositivo médico ao paciente.

Em Portugal, recorde-se, o atual esquema de comparticipação de bombas de insulina apenas abrange crianças e jovens até aos 18 anos.

A petição conta já com mais de 3600 assinaturas, mas precisa de pelo menos 4000 para chegar ao Parlamento.

Os Dispositivos de Perfusão Subcutânea Contínua de Insulina (PSCI), vulgo bombas de insulina, permitem um melhor controlo da diabetes e uma maior flexibilidade na vida de um utente com diabetes.

Estes são os 7 mitos que mais se contam sobre a diabetes
Estes são os 7 mitos que mais se contam sobre a diabetes
Ver artigo

A atribuição de uma bomba de insulina a uma pessoa com diabetes tipo 1 é um ganho não só no presente - com o doente a poder gerir melhor e com mais qualidade a doença - , mas também no futuro, uma vez que uma boa gestão da diabetes é chave essencial para a diminuição dos riscos de problemas futuros (como pé diabético, neuropatias, lesões oculares e renais, doença cardíaca entre outras) e, consequentemente, menos gastos financeiros para o SNS.

Diabetes, uma doença crónica

A diabetes, nas suas diferentes tipologias, é uma doença crónica que afeta milhões de pessoas durante toda a vida, que obriga diariamente os doentes a um controlo apertado dos valores de açúcar no sangue e, no caso da Diabetes Tipo 1, a várias injeções diárias de insulina e a picar os dedos várias vezes por dia para medir os níveis de glicemia no sangue.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.