Pelo terceiro ano consecutivo, o #MovRioDouro lançou este mês uma ação de sensibilização aos banhistas nos areais do Areinho de Oliveira do Douro e Areinho de Avintes, em Vila Nova de Gaia, e irá continuar pelas praias não classificadas do concelho e também de Gondomar até ao final da época balnear, adiantam em comunicado.

Na tentativa de chamar a atenção dos milhares de banhistas que frequentam os areais das praias fluviais daqueles dois concelhos, durante a época balnear, o movimento decidiu colocar bandeiras vermelhas - semelhantes às que se usam nas praias da orla costeira - nos locais onde o banho é desaconselhado pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para tentar demover os banhistas de tomar banho no rio Douro.

O #MovRioDouro lamenta que, mais uma vez, as placas de aviso de banho desaconselhado - colocadas pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) - não sejam visíveis pela maioria dos banhistas, devido ao seu tamanho reduzido, e desafia a agência a fazer alterações na sinalética.

Este ano, referem, o Douro perdeu uma praia fluvial classificada - a de Melres, em Gondomar -, voltando a ficar apenas com a praia da Lomba como local próprio para banhos.

“O cenário não é novo, mas não compreendemos como é que a agência governamental, responsável pela área do ambiente, as autoridades de saúde locais e as próprias autarquias continuam a assobiar para o lado. Trata-se de um problema de saúde pública que tem vindo a ser ignorado e, em certas alturas, até contrariado. Lamentavelmente, vemos municípios a promoverem ‘cenários idílicos’ e a convidarem os munícipes a frequentar estes areais e praticar atividades lúdicas em zonas cujo banho é desaconselhado. É algo surreal”, afirma Gustavo Briz, do #MovRioDouro, citado num comunicado.

O movimento lamenta ainda que, mais uma vez, as análises da qualidade da água de todos os areais fluviais do estuário do segundo maior rio em Portugal não estejam disponíveis publicamente para toda a população.

“Até ao momento, as análises disponibilizadas pela APA validam a praia de Lomba (Gondomar) como zona balnear. Infelizmente, desconhecem-se medidas que levem outros areais do estuário do rio Douro a atingir os níveis de qualidade da zona balnear da Lomba, no futuro”, lamentam.

O #MovRioDouro é um movimento de cidadania em defesa dos rios da bacia hidrográfica do Douro, que congrega pessoas, membros da comunidade científica, grupos e associações para a defesa dos rios, através da troca de experiências e informação, da dinamização de ações conjuntas e da defesa de posições comuns junto da sociedade e decisores.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.