A mulher de 42 anos procurou ajuda médica assim que começou a sentir dores nos olhos. Na clínica limparam-lhe nariz e mandaram-na de volta para casa.

Mas a sensação não desapareceu e a mulher procurou um novo especialista, que explorou as vias nasais com um endoscópio e revelou uma verdade desagradável: "Vi pequenas patas a movimentarem-se", disse M.N. Shankar, otorrinolaringologista do hospital da Universidade Stanlet de Chennai, à agência de notícias France Presse.

"Olhei mais de perto e a quase cinco centímetros da ponta do nariz vi algo incomum. Percebi que estava a observar a parte de trás de uma barata".

O inseto invasor entrou profundamente pelo nariz, até quase à base do crânio, e permanecia vivo 12 horas depois", explicou Shankar.

Com um instrumento de sucção, o médico conseguiu extrair a barata intacta, viva e a mexer as patas. Esta foi a primeira vez em três décadas de profissão que Shankar viu algo parecido, relata a agência de notícias France Presse.

A mulher estava "absolutamente bem" após o procedimento de 45 minutos, apesar de "constrangida por uma barata lhe ter entrado pelo nariz", disse o médico.

Veja ainda: 22 doenças muito misteriosas

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.