De acordo com dados hoje divulgados pelo Ministério da Justiça (MJ), no final de 2022 existiam 540 pendências no Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF), enquanto no ano anterior (2021) se tinham registado 827.

Os dados dão conta de uma tendência decrescente de pendências desde 2016, ano em que terminou com 5.682 pendências, com o ano de 2017 a terminar com 3.943 pendências, 2018 com 2.858, 2019 com 2.079 e 2020 com 1.444.

O Ministério da Justiça acrescenta que “o INMLCF tem previsto um investimento de 3,7 milhões de euros no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que serão canalizados essencialmente para a modernização e aquisição de mais equipamentos de imagiologia, para a realização de autópsias virtuais, e para projetos transversais, com vista à digitalização e interoperabilidade de informações e procedimentos”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.