O número total de casos desde a deteção do vírus em 20 de fevereiro situa-se nos 139.422, mais 3.836 em relação a terça-feira, um número algo superior ao dia anterior, mas que confirma a contenção da propagação, segundo os dados divulgados por Angelo Borrelli, o responsável pela Proteção civil.

Atualmente existem 95.262 doentes e o número de casos positivos de infeção pela COVID-19 subiu para 1.195 em 24 horas, face aos 880 de terça-feira, quando se registou o número mais baixo desde 10 de março. Um total de 26.491 pessoas estão curadas, mais de mil nas últimas 24 horas. 

Portugueses estão a cumprir a quarentena. Estas fotos de drone mostram-no
Portugueses estão a cumprir a quarentena. Estas fotos de drone mostram-no
Ver artigo

A grande maioria dos casos positivos, 63.084 (66%), está em isolamento domiciliário, outros 28.485 hospitalizados com sintomas – menos que no dia anterior – e 3.693 permanecem nos cuidados intensivos, também um número inferior e que indica uma redução destes doentes graves pelo quinto dia consecutivo.

O novo coronavírus SARS-CoV-2 já infetou cerca de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 80 mil. Dos casos de infeção, cerca de 260 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro de 2019, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com cerca de 735 mil infetados e mais de 57 mil mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, contabilizando 17.127 óbitos em 135.586 casos confirmados até terça-feira.

A Espanha é o segundo país com maior número de mortes, registando 14.555 mortos, entre 146.690 casos de infeção confirmados até quarta-feira, enquanto os Estados Unidos, com 12.910 mortos, são o que contabiliza mais infetados (399.929).Portugal já registou, pelo menos, 380 óbitos.

O desinfetante das mãos pode ser feito em casa ou substituído por álcool?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.