Um recém-nascido morreu no hospital Bankstown-Lidcombe, em Sydney, na Austrália, depois de lhe ter sido administrado nitrogénio em vez de oxigénio. Um outro bebé está em estado crítico pelo mesmo erro.

A ministra da saúde do Estado de Gales do Sul, Jillian Skinner, pediu desculpas pelo sucedido e revelou que o problema só foi descoberto depois da morte do recém-nascido.

"Estou profundamente devastada pela família do bebé que morreu e do recém-nascido que está severamente afetado. (...) Os testes mostraram que o bebé, em vez de respirar oxigénio, respirou nitrogénio", disse Jillian Skinner, cita o Guardian.

Veja aindaComo dormem os casais que estão à espera de bebé?

Leia também: Os 20 melhores países do mundo para se ser mãe

De acordo com a ministra, o nitrogénio foi indevidamente instalado na unidade de ressuscitação neonatal.

As autoridades investigam se a unidade hospitalar seguiu o protocolo ou se se tratou de um erro de gestão logística, como desconfia a ministra da Saúde.

As suspeitas de erro médico foram levantadas por um dos pediatras, que achou "estranha" a morte repentina do bebé.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.