O serviço, segundo um comunicado do CHUC, vai funcionar no Pavilhão 8 do Hospital Sobral Cid, que foi beneficiado para melhorar a assistência em internamento e em ambulatório dos doentes com patologia mental.

A criação desta unidade de intervenção representa um investimento de cerca de 60 mil euros e complementa “a resposta às psicoses, uma vez que no mesmo pavilhão já se encontra instalada a Unidade de Cuidados Avançados de Esquizofrenia resistente ao tratamento", refere a nota.

O novo serviço vai disponibilizar um tratamento especializado em regime de internamento, assegurado por uma equipa multidisciplinar, "assente em metodologias baseadas em evidência de eficácia neste ‘setting' clínico, a indivíduos que se encontram nas fases iniciais (período crítico) da sua doença psicótica".

A intervenção "será assente no princípio fundamental do ‘recovery', que tem por base a esperança realista na recuperação e no bem-estar", realça o CHUC, salientando que o objetivo da unidade consiste na melhoria do prognóstico dos doentes, através do acesso mais precoce possível a um programa de tratamento individualizado e específico.

"Tendo em consideração que a doença psicótica surge habitualmente numa fase precoce da vida, torna-se fundamental devolver a capacidade de os indivíduos afetados atingirem o seu potencial, apesar da eventual natureza crónica da doença", explica o comunicado.

A inauguração está agendada para as 12:00 de quarta-feira, Dia Mundial da Saúde, com a presença do presidente do Conselho de Administração do CHUC, Carlos Santos, e do diretor do Centro de Responsabilidade Integrado de Psiquiatria, Horácio Firmino.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.