Mais de 75% da população da Coreia do Norte, cujo total ascende aos 25 milhões, sofre de "insegurança alimentar", afirma o documento, elaborado pelas agências das Nações Unidas em Pionguiangue e publicado na quarta-feira.

"Calculamos que 18 milhões de pessoas precisem de alguma forma de assistência humanitária", acrescenta.

Os índices de desnutrição continuam a ser um grave problema de saúde pública naquele país, com carências significativas na alimentação, especialmente entre as mulheres e crianças com menos de cinco anos.

A desnutrição é uma causa subjacente da "mortalidade infantil e materna", segundo o relatório.

A República Popular Democrática de Coreia é considerada por dezenas de especialistas de política económica e política internacional o país mais fechado do mundo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.