"As associações de consumidores da Bélgica e de Espanha também adquiriram, nos respetivos países, o protetor solar ISDIN Fotoprotetor Pediatrics Transparent Spray 50+ e enviaram-no para laboratório. Os resultados foram iguais aos obtidos pelo produto comprado em Portugal", assevera a DECO numa nota divulgada esta sexta-feira.

O produto em causa entrou no grupo de protetores selecionados para um teste recente da DECO. "Tal como em todos os testes que realizamos, enviámos os resultados aos fabricantes antes da publicação", explica a associação.

10 truques inteligentes para lidar com o calor (sem ar condicionado)
10 truques inteligentes para lidar com o calor (sem ar condicionado)
Ver artigo

"A ISDIN apresentou argumentos que justificavam a repetição do teste. Comprámos novamente o produto e enviámo-lo para laboratório. Os testes confirmaram os resultados: o FPS indicado no rótulo não deveria ser 50+, mas 15", conclui agora a DECO.

Em consequência, a proteção conferida no produto não é "muito alta", como refere o produto, mas "média".

O FPS indica a capacidade para filtrar os raios ultravioletas do tipo B (UVB), embora seja também necessário defender a pele da radiação do tipo A (UVA). De acordo com a Comissão Europeia, o índice desta proteção deve ser um terço do FPS indicado, o que também não é cumprido pelo ISDIN Fotoprotetor Pediatrics Transparent Spray 50+.

A DECO passou os resultados do teste ao Infarmed-Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, a instituição em Portugal responsável pelo controlo de qualidade deste tipo de produtos.

Ontem, a a associação de defesa do consumidor de Espanha, a Organização de Consumidores e Utilizadores (OCU), pediu a retirada de dois protetores solares para crianças, por terem um fator de proteção real muito inferior ao anunciado. Em causa estavam os produtos Isdin Fotoprotector Pediatrics Transparent Spray SPF 50+ e Babaria Infantil Spray Protector SPF 50+ que oferecem menos proteção do que a prometida: 15 no caso da Isdin e 30 no caso da Babaria.

Sabia que a sua casa pode prejudicar-lhe a pele? 13 dicas de um dermatologista
Sabia que a sua casa pode prejudicar-lhe a pele? 13 dicas de um dermatologista
Ver artigo

Reação da ISDIN

A ISDIN enviou na quinta-feira um comunicado às redações a desmentir os dados da OCU. "As características do produto que se fazem constar na sua rotulagem e nas peças publicitárias que lhe dizem respeito, entre as quais se encontram o fator de proteção Solar UVB (SPF) e a proteção UVA (UVA-PF), correspondem, em absoluto, aos resultados publicados em estudos realizados por entidades certificadas, especializadas, independentes e de grande prestígio", garantia a marca espanhola.

O SAPO Lifestyle contactou hoje a agência de comunicação que representa aquela farmacêutica com sede em Barcelona que remeteu explicações para mais tarde.

A Direção-Geral da Saúde recomenda a utilização de um protetor solar com FPS mínimo de 30, independentemente do tipo de pele. Para as crianças, que têm a pele mais sensível, é aconselhada uma proteção superior.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.