Em comunicado, a câmara informou que o autarca ”solicitou às autoridades de Saúde Pública que decretem o encerramento imediato de todos os estabelecimentos de ensino do concelho (públicos e privados), considerando o apelo das direções das escolas, dado que o município não tem essa competência”.

A decisão, explicou, decorre de o facto de hoje se ter confirmado “o contágio pelo novo coronavírus da mãe de uma aluna do Agrupamento de Escolas de Valongo, que nos últimos dias sempre acompanhou a filha, que desenvolve atividades desportivas com ligação a outras escolas do concelho”.

“Face à urgente necessidade de conter a propagação do vírus, e tendo em conta as características do território do município, designadamente a sua alta densidade populacional”, o autarca apelou para “uma decisão rápida das autoridades competentes”, lê-se ainda na comunicação.

No documento, o autarca socialista apelou também à população para que mantenha “a serenidade”, que “encare como muito sério este risco” e que “siga todas as orientações das autoridades de saúde”.

O Conselho Nacional de Saúde Pública recomendou na quarta-feira que só devem ser encerradas escolas públicas ou privadas por determinação das autoridades de saúde.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, considerou que esta recomendação "faz sentido" e que o encerramento de escolas será feito de forma casuística "analisando o risco, caso a caso, situação a situação".

Várias universidades e outras escolas já decidiram suspender as atividades letivas.

As medidas já adotadas em Portugal para conter a pandemia incluem, entre outras, a suspensão das ligações aéreas com a Itália, a suspensão ou condicionamento de visitas a hospitais, lares e prisões, e a realização de jogos de futebol sem público.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou hoje o número de infetados, que registou o maior aumento num dia (19), ao passar de 59 para 78, dos quais 69 estão internados.

A região Norte continua a ser a que regista o maior número de casos confirmados (44), seguida da Grande Lisboa (23) e das regiões Centro e do Algarve, ambas com cinco casos confirmados da doença.

O boletim divulgado hoje assinala também que há 133 casos a aguardar resultado laboratorial e 4.923 contactos em vigilância, mais 1.857 do que na quarta-feira.

No total, desde o início da epidemia, a DGS registou 637 casos suspeitos.

Acompanhe aqui, ao minuto, todas as informações sobre o novo coronavírus em Portugal e no mundo.

Como se transmite um coronavírus?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.