Eis uma lista de estabelecimentos de ensino encerrados ou com acesso, serviços e atividades condicionados em Portugal, conforme os anúncios públicos feitos até à tarde de hoje:

- A Direção-Geral da Saúde anunciou no domingo o encerramento de todas as escolas dos concelhos de Lousada e Felgueiras.

- A Câmara de Paços de Ferreira anunciou hoje que vai fechar as escolas do concelho a partir de segunda-feira, independentemente da decisão do Governo sobre a matéria, tendo em conta a proximidade em relação aos concelhos de Lousada e Felgueiras.

- A Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto fechou na segunda-feira por tempo indeterminado “todas as instalações onde decorrem aulas”, incluindo Amarante e Penafiel, além de Felgueiras e Lousada.

- A Universidade do Porto suspendeu a partir de hoje as aulas presenciais nas 14 faculdades da instituição, por tempo indeterminado, uma medida que afetará cerca de 32.000 alunos. O funcionamento das bibliotecas e das salas de estudo também está suspenso, assim como os eventos e atividades desportivas e cultuais na universidade. As aulas da Faculdade de Medicina estavam já suspensas, com os seus estudantes interditados de circular no edifício do Hospital de São João. Também foram suspensas as atividades de formação – aulas, estágios e visitas de estudo – com a participação de profissionais do Centro Hospitalar Universitário de São João. As instalações partilhadas do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar e da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto estavam já encerradas.

- A Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário suspendeu todas as aulas nos seus estabelecimentos de ensino e encerrou a maior parte dos espaços, de forma preventiva.

- Em Portimão, dois estabelecimentos de ensino estão fechados: a Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes, onde uma aluna foi diagnosticada com Covid-19, e a Escola Básica Professor José Buisel, onde leciona a mãe da aluna doente, também infetada.

- A Escola Secundária da Amadora e a Escola Básica 2,3 Roque Gameiro, no mesmo concelho, estão encerradas até 20 de março, depois de identificados casos de Covid-19.

- Cerca de 90 estudantes da Universidade do Minho estão em quarentena profilática voluntária nas residências da academia em Braga, por terem estado em contacto com um aluno infetado com o novo coronavírus.

- A Universidade dos Açores (com polos em São Miguel, Terceira e Faial) decidiu na segunda-feira adiar por "tempo indeterminado ou cancelar" os "congressos, 'workshops', seminários ou outros eventos públicos científicos ou culturais" em espaços da instituição. A academia proibiu a entrada nas residências universitárias a qualquer pessoa que se desloque para o arquipélago proveniente de outros países e regiões sem que tenha cumprido um período de quarentena.

- O Instituto Politécnico de Viana do Castelo suspendeu a edição 2020 do evento Cimeira IPVC e adiou a feira do emprego, que decorria em simultâneo, no dia 18, e que previa a participação de mais de 10 mil visitantes.

- O Instituto de Estudos Superiores de Fafe fechou na segunda-feira as instalações e suspendeu atividades presenciais pelo menos por duas semanas, por razões preventivas, numa medida que abrange 900 alunos.

- A Universidade Nova de Lisboa suspendeu o ensino prático clínico de Medicina que leve alunos aos hospitais, bem como quaisquer eventos públicos não científicos no perímetro da universidade. A academia vai iniciar a substituição das aulas (teóricas e práticas), sempre que possível, por conteúdos ‘e-learning’ e minimizar as viagens ao estrangeiro.

- A Universidade Lusíada-Norte anunciou na segunda-feira a suspensão até sexta-feira das aulas e do atendimento ao público no campus de Famalicão, e que no campus do Porto iria cancelar todas as atividades de extensão universitária.

- A Escola Superior de Saúde de Leiria suspendeu na terça-feira, os estágios clínicos de todos os cursos. Algumas instituições particulares de solidariedade social e câmaras municipais que recebem estes estagiários dos vários cursos de saúde também suspenderam a vertente de educação clínica.

- O Instituto Politécnico de Beja decidiu suspender todas as atividades além das letivas obrigatórias, bem como os eventos da sua iniciativa ou responsabilidade em locais fechados ou abertos ao público.

- A Universidade de Coimbra suspendeu na segunda-feira todas as atividades letivas presenciais, todos os eventos científicos, culturais e desportivos e as deslocações profissionais ou académicas no país e no estrangeiro. As cantinas vão “transitar para um serviço exclusivo de ‘take-away’”.

- A Universidade de Lisboa suspendeu na segunda-feira todas as atividades letivas presenciais e as atividades de grupo desenvolvidas nos seus museus e jardins botânicos (que se mantêm abertos ao público para visitantes individuais). As deslocações em serviço ou para estudo estão canceladas e as atividades físicas e desportivas realizadas no Estádio Universitário ou nas escolas da academia estão suspensas ou mantidas com restrições.

- O Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior, em Almada, que integra o Instituto Universitário Egas Moniz e a Escola Superior de Saúde Egas Moniz, “como instituição de ensino na área da saúde, decidiu preventiva e temporariamente suspender apenas as atividades letivas”.

- O Instituto Superior Técnico, em Lisboa, suspendeu todas as aulas e outras atividades presenciais na quarta-feira e até 27 de março.

- O Instituto Superior de Ciência Educativas Douro, sediado em Penafiel, decidiu suspender as aulas até 23 de março.

- A Universidade do Minho decretou a suspensão das atividades letivas presenciais em todos os polos, tanto em Braga como em Guimarães, depois de um aluno ter sido infetado. Os estudantes das residências Carlos Lloyd Braga e Santa Tecla “devem manter-se em quarentena profilática”, sendo-lhes asseguradas as condições necessárias à sua permanência nas residências, como alimentação, cuidados de saúde e higiene.

- O Liceu Francês em Lisboa suspendeu na terça-feira as aulas até 24 de março, depois de ter sido identificado um caso positivo de infeção de um aluno.

- No município do Porto, todas as atividades complementares à ação educativa, como por exemplo visitas de estudo e passeios promovidas câmara em escolas públicas, estão canceladas.

- A Coimbra Business School decidiu na terça-feira suspender as atividades letivas por tempo indeterminado.

- O Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida, em Lisboa, anunciou na terça-feira a suspensão das atividades letivas presenciais.

- O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave suspendeu até 20 de março toda a atividade letiva presencial no campus em Barcelos e nos polos de Braga, Famalicão e Guimarães.

- O Colégio S. João, em Lisboa, suspendeu as atividades letivas e não letivas entre quarta e sexta-feira.

- A Associação Académica de Coimbra suspendeu convívios de estudantes e atividades desportivas e culturais e encerrou o Campo Santa Cruz.

- As aulas presenciais na Universidade de Évora vão ser suspensas a partir de segunda-feira (dia 16) e substituídas por ensino à distância sempre que possível. As instalações não foram encerradas, mas os estágios e todas as deslocações estão suspensas, além de todos os eventos marcados para os espaços da academia.

- A Escola Secundária de Santa Maria da Feira, frequentada por 1.800 alunos, foi encerrada na quarta-feira, devido à suspeita de um aluno infetado, e assim se manterá até sexta-feira.

- A Universidade Católica Portuguesa suspendeu na quarta-feira, até ao dia 30, as aulas presenciais na sede, em Lisboa, e encerrou a biblioteca. Nos centros regionais do Porto e de Braga deixou de haver aulas também na quarta-feira, por duas semanas. A vertente letiva passou para um modelo ‘online’.

– A Nova School of Business and Economics, da Universidade Nova de Lisboa, anunciou na quarta-feira a suspensão das aulas presenciais, que vão ser substituídas por modelos ‘online’ a partir de segunda-feira (dia 16), por tempo indeterminado. O campus, em Carcavelos, concelho de Cascais, não vai ser encerrado, mas as entradas estão limitadas aos membros da comunidade escolar.

– As aulas presenciais no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa estão suspensas a partir de hoje e "devem ser substituídas por modalidade de ensino à distância" com início na segunda-feira (dia 16). Está encerrado o acesso aos espaços da biblioteca", mas ainda vai ser possível requisitar livros, "em moldes a comunicar pelos serviços da biblioteca". O acesso a laboratórios vai ter regras específicas e a sala de estudo fica condicionada a um número reduzido de alunos.

– O Grupo Lusófona decidiu na quarta-feira suspender, preventivamente e até 24 de março, a atividade na maioria das suas instituições de ensino superior: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, em Lisboa, IPLUSO – Instituto Politécnico da Lusofonia, em Lisboa, Universidade Lusófona do Porto, Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia de Gaia e Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes, em Portimão. A reitoria da Universidade Lusófona, em Lisboa, tinha decidido já na terça-feira encerrar o estabelecimento de ensino.

– O Instituto Politécnico de Viseu suspendeu toda a atividade letiva presencial a partir de hoje e pelo menos até 28 de março, prevendo-se o recurso a medidas como aulas por videoconferência. Foram também suspensas as iniciativas desportivas, culturais e de lazer nas instalações.

– A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, anunciou a suspensão da atividade letiva presencial entre hoje e 27 de março, e recomendou aos estudantes instalados nas residências o regresso temporário ao seu domicílio. Fica suspenso o funcionamento da biblioteca e das salas de estudo, mas uma cantina e dois bares permanecem abertos. Estavam já suspensos os eventos e atividades desportivas da responsabilidade da academia.

– As aulas teóricas, teórico-práticas e tutoriais no Instituto Superior de Engenharia de Coimbra, que integra o Instituto Politécnico de Coimbra, estão a decorrer, no mesmo horário, via web. As atividades letivas presenciais foram suspensas e por duas semanas. O Instituto Superior de Contabilidade e Administração, também, do Instituto Politécnico de Coimbra, decidiu na terça-feira suspender “todas as atividades letivas presenciais” por um período não inferior a duas semanas.

- A Escola Superior de Enfermagem de Coimbra decidiu na quarta-feira suspender a generalidade dos ensinos clínicos da licenciatura a partir de segunda-feira (dia 16) e por um período de cinco semanas, além de adiar eventos. Também foi interrompido o bloco de ensino clínico no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

- O Instituto Politécnico da Guarda anunciou hoje a suspensão de todas as atividades extracurriculares, como feiras, congressos, jornadas e conferências. Foram canceladas todas as deslocações, mantendo-se ainda as aulas presenciais. A piscina, o pavilhão gimnodesportivo, a biblioteca e o ginásio da Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto estão interditados ao público externo.

- A Universidade da Beira Interior, sediada na Covilhã, vai suspender as aulas a partir de segunda-feira (dia 16) e por tempo indeterminado. Foram encerrados espaços desportivos, bares e a maioria das cantinas, com exceção da Cantina de Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e da Cantina de Santo António. No início da semana, a UBI já tinha ativado o Plano de Contingência e suspendido todas as atividades desportivas, culturais e de lazer.

- O Colégio de Nossa Senhora da Apresentação, em Calvão, Vagos, suspendeu as aulas depois de ter tido conhecimento de que uma aluna esteve em "contacto próximo" com uma jovem de Santa Maria da Feira infetada. As atividades letivas estão paradas até ao resultado dos exames.

- O Instituto Superior de Administração e Gestão (European Business School), com sede no Porto, começou hoje a ministrar aulas à distância e adiou todos os eventos até junho. A determinação vigora até 31 de março inclusive, enquanto os eventos serão adiados até junho, sendo que o 'e-learning' começará a funcionar a partir de quinta-feira. As medidas abrangem cerca de 1.000 alunos.

- A Universidade de Aveiro suspendeu as atividades letivas de hoje a 27 de março, bem como as deslocações em serviço, os eventos e atividades desportivas.

– O Instituto Superior Politécnico de Gaia comunicou aos alunos a “suspensão das aulas presenciais a partir das 14:30 de hoje”, devendo ser retomadas, em formato digital, a partir de segunda-feira. Os alunos que estão em estágio em meio empresarial continuam as suas atividades.

– Várias escolas privadas do ensino básico e secundário do Porto decidiram hoje suspender as atividades letivas e equacionam ou já definiram planos de ensino à distância. São exemplos o Colégio Nossa Senhora de Lourdes, o CLIP – Colégio Luso-Internacional do Porto, o Colégio Nossa Senhora da Paz, o Colégio de Santa Maria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.