Itália atingiu hoje as 23.660 mortes associadas ao novo coronavírus, ao ter contabilizado 433 óbitos nas últimas 24 horas, um número inferior aos 482 registados no sábado, divulgaram hoje as autoridades italianas. O número diário de óbitos divulgado hoje pela Proteção Civil italiana é o mais baixo desde o início da semana.

Em termos globais, desde o diagnóstico do primeiro caso de infeção pelo vírus SARS-CoV-2 de contaminação interna no país, em fevereiro, Itália contabiliza um total de 178.972 infetados, ou seja, mais 3.047 do que ontem. Existem ainda 47.055 pessoas que estão dadas como curadas.

Os casos ativos neste momento no país são 108.257, existindo 2.635 que se encontram situação crítica.

A região da Lombardia é a mais afetada pela doença com 66.236 casos.

Os Estados Unidos são o país que regista maior número de mortes (39.090), seguindo-se Itália (23.660), Espanha (20.453), a França (19.323) e o Reino Unido (15.464).

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 160 mil mortos e infetou mais de 2,3 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 502 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Portugal regista hoje 714 mortos associados à covid-19, mais 27 do que no sábado, e 20.206 infetados (mais 521), indica o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Comparando com os dados de sábado, em que se registavam 687 mortos, hoje constatou-se um aumento percentual de 3,9%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, os dados da DGS revelam que há mais 521 casos do que no sábado, representando uma subida de 2,6%.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.