O relatório semanal do INSA sobre a evolução da covid-19 revela que a média do Rt, que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus, subiu dos 0,89 para os 0,96 a nível nacional, podendo o seu verdadeiro valor estar entre 0,95 e 0,97 com uma confiança de 95%.

Os Açores e o Alentejo apresentam um índice de transmissibilidade acima do limiar de 1,00, com 1,58 e 1,01, respetivamente, e a região Norte 1,00, precisam os dados do Instituto Nacional Dr. Ricardo Jorge relativos ao período entre os dias 12 e 16 de dezembro.

Segundo o relatório, a região Centro regista um Rt de 0,96, Lisboa e Vale do Tejo de 0,91, o Algarve 0,87 e a Madeira 0,98.

“No comparativo Europeu, Portugal apresenta a taxa de notificação acumulada de 14 dias entre 60 e 119,9 casos por 100.000 habitantes e Rt inferior a 1, ou seja, taxa de notificação reduzida e com tendência decrescente”, refere o relatório.

Desde 02 de março de 2020, quando foram notificados os primeiros casos, até 16 de dezembro, estima-se que tenham ocorrido em Portugal 5.555.049 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

Com a cessação do estado de alerta no dia 01 de outubro, e consequente alteração das regras de testagem, o INSA verificou uma descida acentuada na incidência e valor do Rt que podem não corresponder a decréscimos reais.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.