Os serviços sanitários também notificaram mais 30 mortes atribuídas à pandemia desde segunda-feira, havendo agora um total de 80.711 óbitos.

A incidência acumulada (contágios) manteve-se hoje estável, pelo segundo dia consecutivo, nos 92 casos diagnosticados por cada 100.000 habitantes.

As comunidades autónomas com os níveis mais elevados são as de Andaluzia (171), La Rioja (137), País Basco (105), Navarra (101), Catalunha (94), Aragão (83) e Madrid (80).

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais de todo o país 298 pessoas com a doença (231 na segunda-feira), das quais 83 na Andaluzia, 51 na Catalunha e 37 em Madrid.

Por outro lado, desceu para 2.691 o número de hospitalizados com covid-19 (2.832), o que corresponde a 2,2% das camas, dos quais 728 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos (770), 7,8% das camas desses serviços.

A comunidade autónoma da Andaluzia vai começar a chamar em agosto os estudantes do ensino secundário para os começar a vacinar e chegar ao início do próximo ano letivo com o maior número possível de imunizados na comunidade educativa.

No fim de semana passado, o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, já tinha mostrado a sua confiança no sentido de que seria possível iniciar a vacinação destes estudantes duas semanas antes do início do próximo ano letivo.

Em Espanha, as 17 comunidades autónomas têm autonomia no que diz respeita à Saúde e à Educação, começando o ano letivo em datas diferentes, mas normalmente durante a primeira quinzena de setembro.

Por outro lado, a cidade autonómica de Ceuta, no norte de África, começou hoje a vacinar contra a covid-19 as pessoas nascidas em 1991, ou seja, com 29 e 30 anos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.875.359 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,6 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença respiratória é provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.